PUBLICIDADE
NOTÍCIA

Após expressar desejo de deixar o Barcelona, Lionel Messi anuncia que vai continuar no clube

Craque argentino permanece no clube blaugrana após novela sobre sua permanência

13:07 | 04/09/2020
Messi fica no Barcelona  (Foto: JAVIER SORIANO / AFP)
Messi fica no Barcelona (Foto: JAVIER SORIANO / AFP)

Lionel Messi fica no Barcelona. O craque argentino deu uma entrevista na tarde desta sexta-feira, 4, para anunciar que fica no clube blaugrana por pelo menos mais uma temporada. A informação de que o atacante ficaria na equipe foi antecipada pelo portal TyC Sports nesta manhã.

O atacante falou ao portal Goal: "Eu não estava feliz e queria sair. Não me foi permitido fazer isso e vou ficar no clube para evitar entrar em uma disputa legal. A administração do clube liderada por Bartomeu é um desastre". Ele também expressou o carinho que tem pela equipe: "Sempre coloquei o clube à frente de qualquer coisa. Tive a chance de ir embora do Barça muitas vezes. Dinheiro? Todos os anos pude ir embora e ganhar mais dinheiro do que ganhei no Barcelona. Sempre disse que essa era a minha casa e era o que eu sentia e o que eu sinto. Lugar melhor que aqui é difícil. Eu sentia que precisava de uma mudança e novos objetivos, coisas nova.."

Messi já havia manifestado o desejo de deixar o clube culé após a derrota por 8 a 2 para o Bayern de Munique na Liga dos Campeões. O revés, somada a outras frustrações em temporadas anteriores, foi a gota d'água para o argentino: "Não foi por causa da derrota na Champions para o Bayern, já estava pensando nessa decisão fazia tempo. Eu disse isso ao presidente e bom, o presidente sempre disse que ao fim da temporada eu podia decidir se queria ir ou ficar, mas no fim das contas ele não cumpriu sua palavra", disse.

Ele prosseguiu, explicando os motivos que o desmotivaram a permanecer: "Sempre disse que queria terminar minha carreira aqui e sempre disse que queria ficar aqui. Que queria um projeto vencedor e ganhar títulos com o clube para seguir aumentando a lenda do Barcelona em nível de títulos. E a verdade é que faz tempo que não há projeto nem nada, estão fazendo malabarismo e vão tapando buracos à medida que as coisas acontecem. Como eu disse antes, sempre pensei no bem estar da minha família e do clube".

Nas últimas semanas, Messi e o presidente do Barcelona, Josep Bartomeu, tentaram chegar a um acordo para viabilizar a saída, mas o clube espanhol se recusava a deixar o craque sair por menos de 700 milhões de euros, sua multa rescisória. O pai de Messi até viajou para a Espanha para tentar negociar, mas sem sucesso. O Manchester City, de Guardiola, era um dos principais interessados em contratar o jogador.