PUBLICIDADE
NOTÍCIA

Juventus retoma atividades sob o comando do novo técnico Andrea Pirlo

Campeão de Liga dos Campeões e Copa do Mundo enquanto jogador, italiano embarca na primeira experiência como técnico

19:11 | 24/08/2020
Andrea Pirlo irá comandar Cristiano Ronaldo em seu primeiro trabalho como técnico (Foto: Divulgação / JuventusFC)
Andrea Pirlo irá comandar Cristiano Ronaldo em seu primeiro trabalho como técnico (Foto: Divulgação / JuventusFC)

A Juventus, pouco mais de duas semanas depois de ser eliminada da Liga dos Campeões pelo Lyon, começou nesta segunda-feira sua preparação para a nova temporada sob o comando de seu novo treinador, o estreante Andrea Pirlo.

Antes do primeiro treino da tarde liderado pelo 'Maestro', de 41 anos, encarregado de virar a página da 'era Sarri', os jogadores passaram por um exame médico. Todos os atletas eram esperados, exceto o zagueiro holandês Matthijs de Ligt, que passou por uma cirurgia no ombro direito para curar dores crônicas e ficará fora dos gramados até meados de novembro.

Os que compareceram foram as primeiras contratações dos 'bianconeri': o meia brasileiro Arthur, que chegou do Barcelona em troca do bósnio Miralem Pjanic, e o jovem lateral sueco Dejan Kulusevski, uma das revelações da última temporada na Itália pelo Parma.

Outros vieram, mas com a cabeça em outro lugar, já que não faziam parte dos planos de Pirlo, segundo a imprensa italiana. É o caso do atacante argentino Gonzalo Higuaín, de 32 anos, que terminou a temporada muito mal após a paralisação devido ao coronavírus.

A Juve, que o contratou junto ao Napoli em 2016 por 90 milhões de euros, gostaria de cedê-lo, mas deve chegar a um acordo com o argentino, que ainda tem mais um ano de contrato (com um salário anual de 7,5 milhões de euros).

Para acompanhar a dupla Cristiano Ronaldo-Paulo Dybala no ataque, a 'Vecchia Signora' pensou no veterano atacante da Roma, Edin Dzeko, de 34 anos, que marcou 16 gols nesta temporada.

Um dos objetivos de Pirlo em sua estreia na nova função será conquistar o décimo título consecutivo na Serie A, mantendo a sequência iniciada por Antonio Conte (2012-14) e depois continuada por Massimiliano Allegri (2015-19) e Sarri (2020). O próprio Pirlo conquistou quatro desses títulos como jogador, entre 2011 e 2015.

Sua escolha para comandar a Juventus despertou algumas dúvidas porque ele havia acabado de ser nomeado treinador da equipe Sub-23 do clube e ainda não tem experiência como treinador. O ex-meia, campeão mundial com a Itália em 2006, escolheu como auxiliar outro ex-jogador da Juve, o croata Igor Tudor.

Confira o episódio #12 do Futebol não é Soccer:

Listen to "#12 - Fim da era Messi no Barcelona" on Spreaker.