PUBLICIDADE
NOTÍCIA

Quatro jogadores e médico da Sampdoria testam positivo para o coronavírus

O primeiro diagnosticado com a doença no clube italiano foi o atacante Manolo Gabbiadini, na última quinta-feira, 12

15:53 | 13/03/2020
Gabbiadini é o segundo caso da elite do futebol italiano
Gabbiadini é o segundo caso da elite do futebol italiano (Foto: Reprodução/ Twitter)

Um dia após a confirmação do caso de coronavírus do atacante Manolo Gabbiadini, mais quatro jogadores e o médico da Sampdoria testaram positivo para o vírus Covid-19. Através de suas redes sociais, o clube italiano confirmou a informação.

O defensor Omar Colley, os meio-campistas Albin Ekdal e Morten Thorsby, o atacante Antonino La Gumina e o médico Amedeo Baldari foram os envolvidos.

Antes dos funcionários da Sampdoria, o zagueiro italiano Daniele Rugani, da Juventus, contraiu o vírus e foi o primeiro atleta da primeira divisão do Campeonato Italiano a ter confirmação.

A Itália é um dos países mais afetados pelo coronavírus. Até o momento, já foram mais de 12 mil casos e 800 mortes. Como medida preventiva, a prática do futebol profissional está suspensa.

Veja vídeo: