PUBLICIDADE
Esportes

Sob olhares do filho, Thiago Galhardo exalta gol e vitória na estreia

O Vasco estreou bem no Campeonato Carioca ao vencer o Madureira, no sábado, em Conselheiro Galvão. O gol da vitória cruzmaltina foi marcado no segundo tempo, pelo meia Thiago Galhardo. Após o apito final, o jogador destacou a dificuldade da partida, principalmente pelo estado do gramado e o calor do Rio de Janeiro. ?Joguei aqui [?]

13:00 | 20/01/2019

O Vasco estreou bem no Campeonato Carioca ao vencer o Madureira, no sábado, em Conselheiro Galvão. O gol da vitória cruzmaltina foi marcado no segundo tempo, pelo meia Thiago Galhardo. Após o apito final, o jogador destacou a dificuldade da partida, principalmente pelo estado do gramado e o calor do Rio de Janeiro.

?Joguei aqui em 2015, o campo estava muito bom, hoje estava um pouco ruim, não sei se porque estavam treinando aqui. A gente sentiu dificuldade, tentando impor o nosso jogo, até pelo calor, por ser o primeiro jogo, ter menos tempo de preparação do que eles?, apontou. ?O entrosamento vai vindo. O time está se conhecendo agora, são muitas peças novas, garotos que subiram. Então, quero parabenizar o grupo pelos três pontos. Ano passado perdemos para o Bangu na estreia, agora começamos vencendo?, completou.

Thiago Galhardo não iria ser relacionado, mas foi incluído da delegação por um problema com Caio Monteiro. O meia comemorou o bom início de temporada.

?Me coloquei à disposição. Aqui eu recomecei minha carreira. Queria muito vir pra esse jogo. Valentim falou que eu só entraria se precisasse. Terminei o ano com o pé direito e começar assim é muito importante?, declarou.

O jogador também exaltou o fato de ter marcado na presença do seu filho, que estava em Conselheiro Galvão.

?Primeiro gol que faço com meu filho no estádio. Acredito muito que tenha a mão de Deus nas coisas. Tinha algo especial guardado para mim?, finalizou.

O Vasco volta a campo nesta quarta-feira, quando recebe o Volta Redonda, em São Januário. O técnico Alberto Valentim deve fazer algumas mudanças na equipe para poupar fisicamente os jogadores.

Gazeta Esportiva

TAGS