PUBLICIDADE
Esportes

Em nova função, Evander espera fazer as pazes com a torcida do Vasco

O técnico Jorginho tem trabalhado com o elenco do Vasco nesta parada para a Copa do Mundo, mas tem um problema no elenco: o ataque. Sem centroavantes de ofício, o treinador optou por escalar o setor ofensivo com os meias Giovanni Augusto e Evander. Cria da base, Evander espera dar a volta por cima após [?]

19:00 | 09/07/2018

O técnico Jorginho tem trabalhado com o elenco do Vasco nesta parada para a Copa do Mundo, mas tem um problema no elenco: o ataque. Sem centroavantes de ofício, o treinador optou por escalar o setor ofensivo com os meias Giovanni Augusto e Evander. Cria da base, Evander espera dar a volta por cima após o incidente em Santiago, quando publicou uma foto nas redes sociais ironizando as vaias da torcida.

?Minha cabeça está totalmente voltada para o Vasco. Sei que minha situação não é das melhores, mas quero voltar a fazer meus gols, fazer grandes jogos e poder conquistar coisas grandes. Quero fazer as pazes com a torcida e ficar bem. Depende só de mim. Eu quem estou no campo. Espero melhorar e inverter essa situação?, disse.

Evander sempre foi tratado como uma joia em São Januário, mas nunca conseguiu manter uma regularidade. O meia é constantemente escalado improvisado como volante, mas evitou reclamar do posicionamento.

?Sempre procurei ajudar, independente de posição. Claro que não é minha característica marcar. Aonde estou agora, são dois meias jogando na frente, eu e o Giovanni. Assim fazemos bastante pressão nos zagueiros. Quando eu sair para tentar pegar a bola, o Giovanni entra. O Jorginho me dá toda liberdade na frente. Estamos com a falta de um centroavante, então estou fazendo essa função. Fui bem no amistoso. Não é a minha jogar de costas no meio dos zagueiros, por isso que ele me dá a liberdade de movimentar e pegar a bola de frente?, declarou.

O Vasco volta a campo na próxima segunda-feira, contra o Bahia, pela Copa do Brasil. O confronto é válido pelas oitavas de final e os cruzmaltinos precisam reverter a derrota de 3 a 0 sofrida na Fonte Nova. Evander acredita que os cariocas possam conquistar a classificação na competição de mata mata.

?Já vimos de tudo no futebol. Não é impossível. Temos que ter calma, concentração e aproveitar as chances. Claro que o ideal é marcar o quanto antes?, concluiu.

Gazeta Esportiva

TAGS