Aguirre se preocupa com título: ?Se jogarmos como hoje, fica difícil?São Paulo Futebol Clube | Times | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes


Aguirre se preocupa com título: ?Se jogarmos como hoje, fica difícil?

O técnico Diego Aguirre não escondeu o abatimento após o amargo empate em 1 a 1 com o América-MG, neste sábado, no estádio do Morumbi. Na visão do treinador uruguaio, se seus comandados seguirem apresentando o desempenho recente, será difícil alcançar o grande objetivo para esta temporada, que é o título do Campeonato Brasileiro. ?Sim [?]

18:45 | 22/09/2018

O técnico Diego Aguirre não escondeu o abatimento após o amargo empate em 1 a 1 com o América-MG, neste sábado, no estádio do Morumbi. Na visão do treinador uruguaio, se seus comandados seguirem apresentando o desempenho recente, será difícil alcançar o grande objetivo para esta temporada, que é o título do Campeonato Brasileiro.

?Sim [me preocupa], porque se temos um objetivo importante, jogando como hoje fica difícil. Temos que rapidamente recuperar nosso nível e voltar ao caminho das vitórias, porque ainda tem muito pela frente, mas podemos jogar melhor, como fizemos em outras oportunidades?, afirmou Aguirre após a partida.

Até a fala do treinador são-paulino parecia diferente na entrevista coletiva deste sábado. Com cara de poucos amigos, como quem estivesse na sala apenas por obrigação, Diego Aguirre garantiu que a frustração dos mais de 45 mil torcedores que compareceram ao Morumbi na ensolarada tarde deste sábado é exatamente a mesma que a de todo o elenco.

?O meu sentimento é o mesmo dos torcedores, dos jogadores também. Estamos juntos nas vitórias e quando as coisas não vão bem, como hoje, todos ficam frustrados. Temos que trabalhar para ganhar o próximo jogo e recuperar a alegria. São coisas que, lamentavelmente, às vezes acontece?, prosseguiu o comandante.

Famoso por geralmente ver suas substituições surtirem efeito, Aguirre não teve o mesmo sucesso contra o América-MG, embora Régis tenha entrado muito bem na vaga de Liziero. Sem o time conseguir fazer o segundo gol para se aproximar ainda mais da vitória, o técnico tricolor preferiu não culpar seu sistema ofensivo.

?O time não funcionou, não minhas substituições. Se não, as análises ficam muito limitadas aos jogadores que entraram. Hoje não fizemos um bom jogo, o time todo não funcionou como deveria, não tivemos a agressividade com a qual estamos acostumados. Não soubemos fazer outro gol, que nos daria uma maior tranquilidade. Eles encontraram o empate, e nós ficamos surpresos, foi algo inesperado, mas são coisas que não podem acontecer?, concluiu.

Gazeta Esportiva

TAGS