PUBLICIDADE
Santos
Noticia

Santos empata com o San Lorenzo e avança à fase de grupos da Libertadores

Peixe sai na frente do placar, mas permite reação dos argentinos e fica no 2 a 2 em partida disputada em Brasília. Alvinegro ficará no Grupo C do torneio continental

23:38 | 13/04/2021
Lateral Felipe Jonatan disputa bola no jogo Santos x San Lorenzo, no estádio Mané Garrincha, em Brasília, pela Copa Libertadores (Foto: Divulgação/Santos FC)
Lateral Felipe Jonatan disputa bola no jogo Santos x San Lorenzo, no estádio Mané Garrincha, em Brasília, pela Copa Libertadores (Foto: Divulgação/Santos FC)

Nesta terça-feira, o Santos empatou com o San Lorenzo por 2 a 2 e, como havia vencido na Argentina, garantiu a classificação para a fase de grupos da Libertadores. O Peixe abriu dois gols de vantagem, com Marcos Leonardo e Pará, e ainda viu Rojas ser expulso e deixar os argentinos com um a menos. No entanto, os visitantes reagiram e empataram com Di Santo e Angel Romero.

O primeiro tempo foi movimentado em Brasília, com as duas equipes tendo chances para marcar. Quem aproveitou foi o Santos, que abriu o placar com um belo gol de Marcos Leonardo, bancado por Ariel Holan no time titular, mesmo com o retorno de Kaio Jorge.

A situação, em tese, ficou mais tranquila para o Peixe aos cinco minutos do segundo tempo, quando Rojas foi expulso e deixou os argentinos com um a menos. Os comandados de Holan aproveitaram a vantagem e ampliaram logo em seguida, com Pará. O San Lorenzo reagiu rapidamente com Di Santo, de cabeça, e conseguiu empatar com Angel Romero, em chute de fora da área. Mesmo com o susto, o Alvinegro conseguiu se segurar e garantir a classificação.

O Santos fará a sua estreia pelo grupo C da Libertadores na terça-feira da semana que vem, contra o Barcelona-ECU, na Vila Belmiro, às 19h15. Pelo Campeonato Paulista, o próximo compromisso do time é contra a Ponte Preta, na quinta-feira, às 20h, em Campinas.

O jogo

Com a nova formação, o Santos teve Pará pela esquerda como um lateral mais defensivo, enquanto Madson apoiava com mais intensidade pela direita. O Peixe começou tendo o domínio da posse, mas foram os argentinos que chegaram com perigo primeiro. Di Santo completou cruzamento para fora, e Óscar Romero finalizou de longe à direita do gol.

Logo em seguida, Marinho bateu escanteio pela direita e exigiu boa defesa de Devecchi, quase marcando um gol olímpico. Aos 21 minutos, o Santos abriu o placar em Brasília. Pressionado pelo San Lorenzo, o time saiu tocando desde trás e conseguiu sair com liberdade no ataque. Felipe Jonatan avançou com a bola e lançou para Marcos Leonardo, que invadiu a área e, sem ângulo, acertou um chute de rara felicidade para marcar.

Após sofrer o gol, o San Lorenzo levou muito perigo com cabeceio de Donatti, com a bola passando perto da trave. O Santos respondeu com Soteldo, que arrancou com a bola dominada, invadiu a área e parou em defesa de Devecchi. Por fim, os argentinos ainda assustaram com duas finalizações no mesmo lance, porém João Paulo apareceu bem nos dois arremates.

Segundo tempo

O San Lorenzo voltou ligado no segundo tempo e assustou logo nos dois primeiros minutos. Óscar Romero finalizou de fora da área e exigiu defesa de João Paulo, que espalmou. Na sequência, Nicolás Fernández pegou um rebote dentro da área e desperdiçou uma grande oportunidade.

Aos cinco minutos, o Santos ficou com um homem a mais em campo. Em contra-ataque, Marinho arrancou com a bola e saiu na cara do goleiro, sendo parado por Rojas, que deu um carrinho fora da área e recebeu o cartão vermelho direto. Na cobrança, Soteldo bateu por cima do travessão.

Aos 11 minutos, o Peixe ampliou o marcador. Soteldo avançou pela esquerda com liberdade e viu Pará passar pela esquerda. O lateral recebeu na área e bateu de primeira, com a perna direita para fazer o segundo do time. No lance seguinte, o San Lorenzo diminuiu o placar em mais um lance de bola aérea, o pesadelo do Alvinegro na temporada. Após cruzamento da direita, Di Santo ganhou de Luan Peres por cima e testou firme para marcar.

Aos 32 minutos, o San Lorenzo empatou em Brasília. Romero trouxe a bola para dentro e arriscou chute rasteiro de fora da área. João Paulo até tocou na bola, mas não conseguiu evitar que ela entrasse. O time argentino não diminuiu o ritmo e quase virou com uma testada de Óscar Romero, defendida pelo goleiro do Peixe. O gêmeo do jogador ex-Corinthians ainda voltou a exigir intervenção de João Paulo, na última chance do San Lorenzo na partida.