PUBLICIDADE
Santos
NOTÍCIA

Alison se diz privilegiado por estar na final da Libertadores: "Temos de dar valor"

Conforme disse o meio-campista, a cobrança é inevitável, mas o Alvinegro Paulista está acostumado a passar por isso

15:43 | 30/01/2021
O volante Alison é o capitão do Santos (Foto: Ivan Storti / Santos FC)
O volante Alison é o capitão do Santos (Foto: Ivan Storti / Santos FC)

Um dos principais jogadores do Santos nesta temporada, o volante Alison pode ter a chance de levantar o troféu da Copa Libertadores da América neste sábado, quando o Peixe enfrenta o Palmeiras na grande final do torneio.

Em entrevista coletiva realizada na sexta-feira, 29, o capitão santista destacou a dificuldade para se tornar um jogador de futebol no Brasil e afirmou que se sente privilegiado por chegar onde chegou.

"A gente vive no país do futebol, então a grande maioria dos meninos sonha em realizar esse desejo de ser jogador de futebol, mas muitos acabam ficando pelo caminho. Muitos acabam não tendo oportunidade. Eu sempre procuro passar para o pessoal o quanto somos privilegiados de termos oportunidades de ser jogador de futebol. Sabemos o quão difícil é entrar num clube grande, se firmar, se manter. Então, hoje eu olhando para essa final a resposta é que vale a pena acreditar num sonho, por mais difícil que seja. Vale a pena confiar e lutar até o fim. É difícil, é um sonho da grande maioria dos garotos. Sabemos da dificuldade e temos de dar valor", comentou.

O meio-campista também comentou sobre a pressão que ronda uma decisão de Libertadores, o principal torneio de clubes da América Latina. Conforme disse o camisa cinco, a cobrança é inevitável, mas o Alvinegro Paulista está acostumado a passar por isso.

"A realidade é que a pressão sempre existe, pelo fato de estarmos jogando numa equipe grande, numa equipe gigante. A pressão existe. Fizemos excelentes jogos. Nossa caminhada foi difícil até aqui. Enfrentamos adversários difíceis, times de tradição, acostumados a jogar Libertadores. Então, foi uma caminhada difícil, longa. Esperamos concluir a nossa trajetória", completou.

Santos e Palmeiras decidem quem vai levantar o caneco da competição continental neste sábado, às 17 horas (de Brasília), no Estádio do Maracanã.