Neymar celebra início histórico do PSG e relembra época de Santos e BarçaSantos Futebol Clube | Times | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes


Neymar celebra início histórico do PSG e relembra época de Santos e Barça

O início do Paris Saint-Germain no Campeonato Francês 2018/19 é histórico. Após a vitória da última sexta-feira, para cima do Lille, o PSG garantiu o melhor começo da história de todas as cinco grandes ligas europeias, com 12 vitórias em 12 jogos. Um dos grandes protagonistas do feito, o brasileiro Neymar comemorou o recorde estabelecido [?]

20:45 | 03/11/2018

O início do Paris Saint-Germain no Campeonato Francês 2018/19 é histórico. Após a vitória da última sexta-feira, para cima do Lille, o PSG garantiu o melhor começo da história de todas as cinco grandes ligas europeias, com 12 vitórias em 12 jogos.

Um dos grandes protagonistas do feito, o brasileiro Neymar comemorou o recorde estabelecido pela equipe francesa e destacou que o elenco de Thomas Tuchel ?fez por merecer?.

?Para mim, é um orgulho muito grande. É uma grande felicidade fazer parte deste recorde e desta história. Eu e meus companheiros estamos muito contentes de aumentar esse recorde. Fizemos por merecer e espero que a gente continue jogando bem e ganhando, para que não só os recordes venham, mas que também para sermos felizes lá na frente?, afirmou.

O principal jogador brasileiro também relembrou sua participação nos grandes feitos de Santos e Barcelona, seus ex-clubes. Pelo Peixe, Neymar conquistou a Libertadores de 2011, que não era vencida pela equipe há 48 anos; no Barça, fez parte do ataque de 120 gols, junto de Messi e Suárez.

?Fazer parte da história do Santos também foi um orgulho para mim. Continua sendo, na verdade, porque era o time que eu queria jogar. Era o time que eu queria vencer. Era um sonho que eu tinha de estar ali. Então, conquistar um título, um dos maiores no futebol que é a Libertadores, a felicidade foi gigantesca?, contou.

?O trio MSN foi um aprendizado muito grande pra mim. Foi um orgulho, dividir os campos com Messi e com o Suarez, porque além de serem dois grandes craques do nosso futebol, éramos amigos. Nós sempre queríamos ajudar um ao outro e isso é o que eu levo como um aprendizado, por serem dois caras que já conquistaram tudo, ou quase tudo na carreira do futebol, além de serem humildes. E eu ter feito parte desse trio, ter feito história no Barcelona, a felicidade é muito grande?, concluiu.

Gazeta Esportiva

TAGS