Peres cobra renúncia e diz que Rollo não tem paciência para assumir o SantosSantos Futebol Clube | Times | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes


Peres cobra renúncia e diz que Rollo não tem paciência para assumir o Santos

O atual presidente do Santos, José Carlos Peres, atacou Orlando Rollo, vice e quem pode assumir o clube a partir do dia 29, após assembleia dos associados para votação do impeachment. Em entrevista ao Bandsports, Peres cobrou a renúncia do vice-presidente, voltou a dizer que o dia 29 é uma eleição e afirmou que Rollo [?]

19:30 | 24/09/2018

O atual presidente do Santos, José Carlos Peres, atacou Orlando Rollo, vice e quem pode assumir o clube a partir do dia 29, após assembleia dos associados para votação do impeachment.

Em entrevista ao Bandsports, Peres cobrou a renúncia do vice-presidente, voltou a dizer que o dia 29 é uma eleição e afirmou que Rollo não tem paciência para assumir o clube.

?Pede renúncia para o bem do Santos! Deixa a gente trabalhar. Você nunca participou de nada. Quem foi ao mercado financeiro pedir dinheiros para pagar entulhos da gestão passada fui eu. Faça seu papel e sua chance vai chegar um dia, mas não com esse comportamento!?, disse Peres.

?Vice não é um problema só no Santos. Um de SP diz que querem cortar as pernas dele. O do Fluminense pediram para renunciar. E tem que renunciar no Santos também para o clube poder se salvar. Tem que ir para o lado absolutamente técnico. Vocês conhecem os vices de outros clubes? O meu acha que tem que ser conhecido. E vice tem que ajudar o presidente. Se for legal, será escolhido para ser o próximo. E não teve paciência?, completou.

José Carlos Peres disse que ele e sua família receberam ameaças de morte da oposição e fez campanha no ar: Santos será exemplo.

?Santos será um case e vamos mudar até o último minuto. Se sócio quiser escolher pelo passado, votem em sim e eu volto para o sofá e continuarei torcendo com o maior amor. Minha mulher fala que é a outra, dou mais atenção para o Santos. E ela sofreu ameaça, minha família sofreu, amigos. Isso é covardia. Fazem ameaças, falam que fui passear com cachorrinho, que fui no teatro, falam mentiras na imprensa. Não passeio com cachorro e não vou no teatro há anos, infelizmente, porque teatro é cultura. É uma eleição. É Peres contra Rollo, é uma competição, não adianta falar que não existe?, concluiu.

Procurado, o vice-presidente Orlando Rollo não respondeu ao contato da Gazeta Esportiva. Em entrevistas recentes, o conselheiro afirmou que só José Carlos Peres está sendo julgado, negou nova eleição e garantiu que sairia da presidência no caso de impeachment se as ?forças vivas? do clube assim preferirem.

Gazeta Esportiva

TAGS