Após 10 jogos em um mês, Cuca valoriza tempo para trabalharSantos Futebol Clube | Times | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes


Após 10 jogos em um mês, Cuca valoriza tempo para trabalhar

O primeiro mês do técnico Cuca no comando do Santos foi intenso. Após uma sequência de 10 partidas em apenas 30 dias, o treinador lamenta as quedas na Copa do Brasil e na Copa Libertadores, mas valoriza a possibilidade de enfim ganhar tempo para trabalhar sua equipe. ?Fecho meu primeiro mês no comando do Santos [?]

09:15 | 02/09/2018

O primeiro mês do técnico Cuca no comando do Santos foi intenso. Após uma sequência de 10 partidas em apenas 30 dias, o treinador lamenta as quedas na Copa do Brasil e na Copa Libertadores, mas valoriza a possibilidade de enfim ganhar tempo para trabalhar sua equipe.

?Fecho meu primeiro mês no comando do Santos com 10 jogos. É muita coisa. Ainda não trabalhei. Meu trabalho vai começar depois do jogo contra o Paraná. Terei uma semana para começar a trabalhar melhor a parte tática, as jogadas, a defesa, a criação ofensiva. Sinto que temos coisas a evoluir?, enumerou.

Sob o comando de Cuca, o time antes treinado por Jair Ventura melhorou significativamente, apesar das duas eliminações. Com três vitórias consecutivas no Campeonato Brasileiro, o Santos se distanciou da zona de rebaixamento e passou a sonhar com a Copa Libertadores.

?Nos últimos seis jogos, tomamos um gol e não perdemos. Então, as coisas vêm encaixando bem e estamos pegando corpo. Lamentamos estar fora da Copa do Brasil e da Libertadores, porque, quando você pega corpo, acaba virando candidato ao título?, ponderou Cuca.

Pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro, às 19 horas (de Brasília) desta quinta-feira, o Santos volta a campo para enfrentar o Grêmio, no Estádio do Pacaembu. O time gaúcho, por sinal, é um dos envolvidos na briga pela Copa Libertadores, principal objetivo de Cuca.

?Agora, temos 17 partidas do Brasileiro para trabalhar bem e evoluir. O jogador vai estar mais descansado, não temos um elenco grande. Então, se Deus quiser, poderemos terminar o Brasileiro de uma forma honrosa, de acordo com o que o Santos merece?, projetou.

Gazeta Esportiva

TAGS