PUBLICIDADE
Esportes

Sánchez é apresentado, se emociona com Pelé e quer estreia rápida no Santos

Carlos Sánchez foi apresentado como reforço do Santos na tarde desta terça-feira, no Business Center, em São Paulo. O uruguaio de 33 anos se disse orgulhoso, falou em emoção ao ver as boas-vindas de Pelé pelo Twitter e revelou o desejo de estrear rapidamente pelo Peixe. Ele voltará ao México e se reapresentará na próxima [?]

13:30 | 24/07/2018

Carlos Sánchez foi apresentado como reforço do Santos na tarde desta terça-feira, no Business Center, em São Paulo. O uruguaio de 33 anos se disse orgulhoso, falou em emoção ao ver as boas-vindas de Pelé pelo Twitter e revelou o desejo de estrear rapidamente pelo Peixe. Ele voltará ao México e se reapresentará na próxima segunda, no CT Rei Pelé.

Sánchez assinou contrato até julho de 2021 depois de deixar o Monterrey-MEX. O meio-campista vestirá a camisa 7 ou 13 ? torcedor alvinegro escolherá por meio de enquete no Facebook.

?É um orgulho e estou muito feliz de estar aqui. Me sinto emocionado, nunca me imaginei vir a uma equipe com tanta história, rodagem histórica muito boa. É um orgulho e espero estar à altura e ajudar de minha parte para conseguirmos coisas importantes e podermos sempre somar para o que seja. Estou muito feliz e tentarei aproveitar ao máximo a oportunidade?, disse Sánchez, antes de comentar sobre o Rei.

?Felicidade. Não esperava. Me emocionei muito, foi um orgulho e quero conhecê-lo. Me dá muita emoção ver meu nome e quero agradecê-lo. Só quero estar à altura da equipe onde ele jogou. Espero poder somar e dar o melhor de mim para a equipe?, completou.

Sánchez atuou pelo Uruguai na Copa do Mundo da Rússia e foi eliminado apenas nas quartas de final, para a França, no dia 6 de julho. Ele se diz em boas condições físicas.

?Fisicamente estou muito bem, com muita vontade, pronto para quando me peçam. Parar faz bem para arrancar do zero, com novos objetivos. Me encontro com pleno, com muita vontade de jogar. Não dá para esperar muito. Quero começar logo a ajudar.

Vou arrumar tudo no Monterrey para treinar na segunda-feira. E aí posso jogar quando quiserem. Estou muito bem e quero me integrar rápido, começar na segunda e competir, que é o mais importante?, concluiu.

Os salários e luvas pela assinatura do acordo por Sánchez não foram revelados, mas o Peixe afirma que são semelhantes aos moldes de Bryan Ruiz, anunciado na semana retrasada ? cerca de R$ 350 mil por mês e pouco mais de R$ 2 milhões para o atleta e seus representantes.

O alvinegro convenceu o Monterrey com 1 milhão de dólares (R$ 3,7 mi) e recebeu a prioridade em caso de outras propostas. A relação entre as diretorias se estreitou após o amistoso, vencido pelos mexicanos por 1 a 0, no último dia 7, no Estádio BBVA Bancomer.

Sánchez é polivalente. Segundo volante de origem, ele tem facilidade de atuar aberto pelo lado direito do ataque. Ele é destro, tem 1,70 m de altura e foi campeão da Libertadores pelo River Plate-ARG em 2015. O atleta ainda passou por Aragua-VEN, Godoy Cruz-ARG  e Puebla-MEX.

Gazeta Esportiva

TAGS