PUBLICIDADE
Esportes

Santos ignora recomendação do Conselho e contrata gerente jurídico

O Santos ignorou uma recomendação do Conselho Fiscal para contratar Rodrigo Gama Monteiro como gerente jurídico. O profissional foi diretor do departamento e prestava serviços ao Atlético-PR. Em parecer vazado nesta segunda-feira, o CF do Peixe sugeriu a ?proibição na contratação de funcionários administrativos, operacionais ou pessoas jurídicas (terceirizados) até 31 de dezembro de 2018?. [?]

09:30 | 05/06/2018

O Santos ignorou uma recomendação do Conselho Fiscal para contratar Rodrigo Gama Monteiro como gerente jurídico. O profissional foi diretor do departamento e prestava serviços ao Atlético-PR.

Em parecer vazado nesta segunda-feira, o CF do Peixe sugeriu a ?proibição na contratação de funcionários administrativos, operacionais ou pessoas jurídicas (terceirizados) até 31 de dezembro de 2018?. O alvinegro teve déficit de R$ 18 milhões no primeiro trimestre desta temporada. 

Rodrigo já trabalhou pelo Santos em ação contra a falta de torcida visitante na Arena da Baixada para a partida contra o Atlético-PR, na última quinta-feira. A liminar foi negada pelo Ministério Público do Paraná e dezenas de santistas tiveram que ir ao estádio ?à paisana?.

Daniel Bykoff vinha comandando o departamento jurídico do Santos enquanto acumulava a função de assessor executivo da presidência. Agora, José Carlos Peres quer que Daniel, um dos grandes aliados do mandatário há anos, fique ?apenas? com a assessoria. Uma reunião entre os dois será realizada nesta semana.

Peres voltou da Inglaterra, onde foi chefe de delegação da seleção brasileira, na noite desta segunda-feira. O presidente precisa lidar com uma crise. Além do desempenho irregular do time e do relatório com números negativos, o vice Orlando Rollo cogita se licenciar e há a expectativa de um novo pedido de impeachment. O Conselho Deliberativo se reunirá na noite de quinta-feira, às 20h, na Vila Belmiro.

Gazeta Esportiva

TAGS