PUBLICIDADE
Esportes

Com negociação emperrada, Santos cobra resposta de Léo Cittadini

O Santos está perdendo a paciência com Léo Cittadini. A proposta de renovação de contrato, feita no início deste mês, ainda não foi respondida. O oferta é de cerca de R$ 150 mil por mês, em acordo por quatro temporadas, além de luvas. O atual vínculo se encerra em dezembro. O Peixe quer uma resposta [?]

12:45 | 23/05/2018

O Santos está perdendo a paciência com Léo Cittadini. A proposta de renovação de contrato, feita no início deste mês, ainda não foi respondida. O oferta é de cerca de R$ 150 mil por mês, em acordo por quatro temporadas, além de luvas. O atual vínculo se encerra em dezembro.

O Peixe quer uma resposta em breve. Se a sinalização demorar ou as condições forem rejeitadas, Cittadini treinará separadamente ou na equipe sub-23. O presidente José Carlos Peres acredita que os valores envolvidos são justos e promete não aumentar nem mais um centavo. A partir de julho, o atleta pode assinar um pré-contrato com qualquer equipe.

?Fizemos uma proposta, mas tem um prazo, queremos que ele responda nos próximos dias. Se ele não responder, veremos qual altitude tomar?, disse Peres, em entrevista coletiva nesta quarta-feira, em São Paulo.

Cittadini está em alta no mercado e foi procurado por quatro clubes nas últimas semanas: Pumas, Puebla e Querétaro, do México, e Sampdoria, da Itália. O meio-campista acredita que poderia receber uma proposta ainda melhor, porém, tem o desejo de permanecer na Vila Belmiro.

Meia de origem, Léo Cittadini se firmou no Santos como um ?médio?, um jogador que defende e chega ao ataque com qualidade no esquema de Jair. O técnico vê a renovação do atleta como fundamental. Ele foi promovido ao elenco profissional em 2013 e recebe os mesmos salários desde aquele ano.

Gazeta Esportiva

TAGS