Após sete anos, Santos volta ao Uruguai com retrospecto positivoSantos Futebol Clube | Times | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes


Após sete anos, Santos volta ao Uruguai com retrospecto positivo

Adversário do Nacional-URU nesta terça-feira, em Montevidéu, o Santos voltará a atuar no Uruguai pela Copa Libertadores após sete anos. E, no que depender do retrospecto do Peixe no país em jogos válidos pelo torneio continental, a torcida alvinegra pode ficar otimista. O Santos realizou um total de seis partidas em solo uruguaio, contabilizando três [?]

08:15 | 30/04/2018

Adversário do Nacional-URU nesta terça-feira, em Montevidéu, o Santos voltará a atuar no Uruguai pela Copa Libertadores após sete anos. E, no que depender do retrospecto do Peixe no país em jogos válidos pelo torneio continental, a torcida alvinegra pode ficar otimista.

O Santos realizou um total de seis partidas em solo uruguaio, contabilizando três vitórias, dois empates e apenas uma derrota. Um aproveitamento, portanto, de 61% dos pontos disputados.

O histórico da equipe paulista começou em 1962, ano de sua estreia na Libertadores e em que se sagrou campeão. Na primeira final contra o Peñarol, o Santos venceu por 2 a 1, com dois gols de Coutinho, no Estádio Centenário.

Sua única derrota no Uruguai ocorreu justamente para o Peñarol, que deu o troco do revés de 1962 três anos depois. Nas semifinais, em Montevidéu, o time da casa derrotou os brasileiros por 3 a 2, encaminhando sua classificação à decisão.

O único embate com o Nacional, no Uruguai, pela Libertadores, ocorreu em 2003, quando o clube da Baixada foi vice-campeão. Na ocasião, o confronto foi válido pelo jogo de ida das oitavas de final.

Comandados por Emerson Leão e liderados por Robinho, Diego e Ricardo Oliveira, o Santos abriu 3 a 1, cedeu a igualdade, recuperou a vantagem, mas levou um gol aos 50 minutos do segundo tempo, e a partida terminou empatada por 4 a 4.

A última vez que o Peixe visitou o Uruguai para um jogo de Libertadores foi em 2011, ano em que faturou tricampeonato sob a liderança de Neymar e Paulo Henrique Ganso. O duelo com o Peñarol, válido pela primeira final, terminou empatado sem gols, no Centenário. Na volta, os brasileiros venceram por 2 a 1, no Pacaembu, e ficaram com o título.

Líder do Grupo 6, com nove pontos, o Santos se classifica de forma antecipada às oitavas de final com um empate diante do Nacional. Se vencer, garante o primeiro lugar da chave. O duelo está marcado para esta terça-feira, às 21h30 (de Brasília), no Estádio Parque Central.

28/07/1962 ? final

Peñarol 1 x 2 Santos, no Estádio Centenário, em Montevidéu

28/03/1965  ? semifinal

Peñarol 3 x 2 Santos, no Estádio Centenário, em Montevidéu

23/04/2003 ? oitavas de final

Nacional 4 x 4 Santos, no Estádio Centenário, em Montevidéu

20/04/2005 ? fase de grupos

Danubio 1 x 2 Santos, no Estádio Luis Franzini, em Montevidéu

05/04/2007 ? fase de grupos

Defensor 0 x 2 Santos, no Estádio Centenário, em Montevidéu

15/06/2011 ? final

Peñarol 0 x 0 Santos, no Estádio Centenário, em Montevidéu

Gazeta Esportiva

TAGS