PUBLICIDADE
Esportes

Saída de executivo e boa fase de reforços esfriam o Santos no mercado

Depois de diversas negociações e especulações, o noticiário quase não traz mais informações do Santos sobre possíveis reforços. A explicação vem da diminuição do ímpeto do Peixe no mercado. Satisfeito com os três reforços contratados na atual gestão ? Dodô, Eduardo Sasha e Gabigol -, o alvinegro procura boas oportunidades, sem pressa. A ideia é [?]

08:15 | 01/03/2018

Depois de diversas negociações e especulações, o noticiário quase não traz mais informações do Santos sobre possíveis reforços. A explicação vem da diminuição do ímpeto do Peixe no mercado.

Satisfeito com os três reforços contratados na atual gestão ? Dodô, Eduardo Sasha e Gabigol -, o alvinegro procura boas oportunidades, sem pressa. A ideia é encontrar um atleta disponível e acertar na escolha, sem correr grandes riscos.

Outro motivo para a falta de negociações em andamento é a saída do executivo de futebol Gustavo Vieira, antigo responsável pelas tratativas. Sem o profissional, demitido, o presidente José Carlos Peres e o gerente William Machado ainda se acostumam com a função de buscar novos jogadores.

A prioridade do Santos é achar um substituto para Lucas Lima. Depois de Lucas Zelarayán, do Tigres-MEX e Marquinhos Gabriel, do Corinthians, não darem certo, o Peixe não negocia neste momento por um armador.

O problema da lateral esquerda parece resolvido. Romário, contratado pelo ex-presidente Modesto Roma, não deu certo, mas Dodô chegou emprestado da Sampdoria-ITA, está se destacando nos treinamentos e estreará em breve. Enquanto isso, o meia Jean Mota atua bem improvisado na função.

No ataque, Gabigol e Sasha são destaques do time, que ainda espera pelo retorno de Bruno Henrique, que se recupera de contusão na retina do olho direito e foi o principal jogador em 2017.

Gazeta Esportiva

TAGS