PUBLICIDADE
Esportes

Jair elogia Cittadini e explica Renato fora: ?Joga quem está melhor?

Capitão do Santos no começo de 2018, Renato agora é opção no banco de reservas. O ídolo foi barrado para a entrada de Léo Cittadini no time titular. O técnico Jair Ventura elogia o garoto e explica a opção. ?Tivemos chances claras com Gabriel e Rodrygo que poderiam mudar a história do jogo. Mas não [?]

12:30 | 19/03/2018

Capitão do Santos no começo de 2018, Renato agora é opção no banco de reservas. O ídolo foi barrado para a entrada de Léo Cittadini no time titular. O técnico Jair Ventura elogia o garoto e explica a opção.

?Tivemos chances claras com Gabriel e Rodrygo que poderiam mudar a história do jogo. Mas não tiro o mérito do Léo, que organiza muito bem a sua equipe, muito difícil ter uma infiltração na linha dele. Tivemos mais posse de bola, as chances mais claras do jogos??, disse Jair, quando questionado sobre o empate em 0 a 0 com o Botafogo, neste domingo, em Ribeirão Preto.

?É uma briga saudável (entre os dois), como em todas as equipes do mundo. Sempre com respeito. Conheço Renato desde o Botafogo, está buscando espaço, assim como Léo e todos. E o Santos vai crescendo assim, jogando quem está melhor?, completou.

Com Alison e Léo Cittadini em alta, Jair Ventura precisa definir o terceiro homem do meio-campo. Jean Mota não foi bem diante do Botafogo. A opção é Vecchio, que também foi para o banco para a entrada de Dodô na lateral esquerda. A prioridade da diretoria é trazer um meia para, enfim, substituir Lucas Lima.

Depois do empate em Ribeirão Preto, o Santos precisa de uma vitória simples para avançar às semifinais do Campeonato Paulista. Uma nova igualdade levaria a decisão para os pênaltis.

Gazeta Esportiva

TAGS