PUBLICIDADE
Esportes

?Desligado?, Robinho brinca sobre não jogar no primeiro semestre

Atleta foi o mais ovacionado entre os presentes ao duelo em Caieiras

14:15 | 23/12/2017

O atacante Robinho foi a grande atração da partida beneficente promovida pelo volante Marcos Assunção na manhã deste sábado, em Caieiras, na Grande São Paulo. Um dos últimos nomes a chegar ao estádio municipal Carlos Ferracini, o jogador aproveitou um pequeno intervalo entre os aplausos e ovações do público para despistar sobre o que fará no ano que vem.

?Estou totalmente desligado do futebol, curtindo minhas férias?, disse o jogador, que brincou algumas vezes ao ser questionado sobre coisas envolvendo o Santos, clube onde foi revelado e que demonstrou interesse no seu retorno para 2018. ?O Jair (Ventura) fechou? Pô, boa sorte para ele, então?, rebateu, ao ser questionado sobre o treinador botafoguense estar próximo do Peixe.

Com contrato válido apenas até o final do ano com o Atlético-MG, ele não especificou se já tem negociações com outros clubes visando à próxima temporada. Bem humorado, o ex-jogador da Seleção Brasileira nas Copas do Mundo de 2006 e 2010 chegou a ventilar a possibilidade de nem sequer atuar nos primeiros seis meses.

?Olha, se eu jogar e ganhar o Estadual o pessoal vai dizer que não vale nada. Então nem preciso me preocupar, né? (risos)?, continuou o ainda atleticano, sempre sorrindo. Em campo, ainda fez um gol e mostrou bastante habilidade para tabelar com nomes como Denilson e Cafu.

Fora dele, nem parece que Robinho foi condenado recentemente por estupro, em julgamento realizado na Itália. Com a idolatria intacta, ouviu pedidos para que fosse ao Santos e até para o Corinthians, com um torcedor assegurando que ele seria o substituto ideal para Jô, vendido ao Nagoya Grampus-JAP.

Depois de correr pelo gramado por cerca de 40 minutos, ele sentou-se brevemente no banco de reservas e logo rumou para os vestiários. De lá, assegurou que não tinha qualquer clube como destino próximo. ?Só estou pensando nas minhas férias?, concluiu.

Gazeta Esportiva

TAGS