PUBLICIDADE
Esportes

Terceiro artilheiro do Brasil em 2018, Arthur não coloca meta de gols para 2019

Arthur Cabral foi o terceiro maior artilheiro do Brasil em 2018 com 24 bolas nas redes ? apenas Gustavo (30), do Fortaleza, e Gabriel (27), do Santos, marcaram mais tentos no ano. Em sua chegada ao Palmeiras, porém, o centroavante não quis estabelecer uma meta para a temporada que se inicia. ?Desde o ano passado, [?]

18:15 | 07/01/2019

Arthur Cabral foi o terceiro maior artilheiro do Brasil em 2018 com 24 bolas nas redes ? apenas Gustavo (30), do Fortaleza, e Gabriel (27), do Santos, marcaram mais tentos no ano. Em sua chegada ao Palmeiras, porém, o centroavante não quis estabelecer uma meta para a temporada que se inicia.

?Desde o ano passado, tive muitas perguntas sobre metas (de gols). Sempre respondi que não tenho. Minha meta é o jogo a jogo, o dia a dia, para jogar bem, e os gols vão acontecendo naturalmente?, afirmou o atleta de 20 anos.

E Arthur terá mesmo que provar sua qualidade no dia a dia. Para a posição de centroavante, que Felipão não abre mão, Borja e Deyverson também são opções, além do contundido Willian, que pode exercer a função. Ricardo Goulart, na mira do clube, seria mais uma alternativa caso contratado.

?O Felipão tem a fama de trabalhar com 9, com centroavante, uma posição que alguns clubes não têm. Mas o Felipão gosta dessa posição, e isso é ótimo para mim. Ele sabe fazer o 9 jogar, fazer gols?, completou, antes de falar sobre suas características.

?Creio que consigo equilibrar as duas partes (características de jogo de Borja e Deyverson). Tenho boa presença de área, bom cabeceio, e boa finalização de curta e média distância?, finalizou o atleta.

Gazeta Esportiva

TAGS