Palmeiras enfrenta segundo pior ataque do Brasileiro após ser vazado pelo lanternaSociedade Esportiva Palmeiras | Times | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes


Palmeiras enfrenta segundo pior ataque do Brasileiro após ser vazado pelo lanterna

Mesmo com a liderança absoluta do Campeonato Brasileiro, os 71 pontos conquistados e o recorde de invencibilidade da era dos pontos corridos, o Palmeiras ainda tem com o que se preocupar e justamente em um setor no qual Luiz Felipe Scolari historicamente conhece tão bem: a defesa. Vazada pelo lanterna e já rebaixado Paraná, a [?]

07:15 | 21/11/2018

Mesmo com a liderança absoluta do Campeonato Brasileiro, os 71 pontos conquistados e o recorde de invencibilidade da era dos pontos corridos, o Palmeiras ainda tem com o que se preocupar e justamente em um setor no qual Luiz Felipe Scolari historicamente conhece tão bem: a defesa. Vazada pelo lanterna e já rebaixado Paraná, a meta alviverde será colocada frente a frente, agora, com o segundo pior ataque da competição.

Contra o América Mineiro na próxima quarta-feira, no Allianz Parque, o Palmeiras pode ser coroado com o decacampeonato nacional. Para isso, porém, precisa vencer o Coelho, contar com tropeços de Internacional e Flamengo e, acima de tudo, evoluir defensivamente, já que irá enfrentar um ataque autor de 29 tentos em 35 rodadas, a segunda pior marcada entre os 20 times da Série A, empatado com o Ceará e à frente apenas do Paraná.

Descontração e ausência de Dracena marcam fim da preparação do Palmeiras

Felipão reencontra rival de estreia podendo ser campeão brasileiro

Para alcançar o objetivo de voltar a terminar um jogo se que Weverton tenha de buscar a bola no fundo de sua meta, o Verdão seguiu à risca seu planejamento, treinando sob total sigilo. Além disso, Felipão deverá repetir o rodízio e optar por uma mudança na dupla de defensores em relação ao jogo do último domingo, em Londrina, voltando a escalar Gustavo Gómez e Luan.

Resguardado pelo paraguaio e o camisa 27, o Palmeiras segue invicto se levado em consideração os últimos seis jogos. Isso porque, nas cinco partidas em que Dracena e Antônio Carlos entraram em campo, o time levou gols em todas. Na única vez em que entraram em campo recentemente, na vitória contra o Fluminense, Gómez e Luan saíram de campo com saldo positivo e o time vencedor por 3 a 0.

De volta após cumprir suspensão, Luan deve herdar a vaga de Edu Dracena, que sequer foi a campo ao menos no período em que a atividade da última terça-feira foi aberta à imprensa. Já o paraguaio, poupado da partida no Estádio do Café, é o provável substituto de Antônio Carlos, titular absoluto com Roger Machado, mas que perdeu espaço com o atual comandante.

Dupla de zaga do ?time B? do Palmeiras, que disputava os jogos do Campeonato Brasileiro, Luan e Gómez cresceram de produção justamente na competição de pontos corridos e tiveram participação direta na arrancada rumo à liderança, ganhando um entrosamento ao ponto de Felipão apostar em ambos para o duelo decisivo contra o Boca Juniors, pela semifinal da Libertadores.

Na partida de volta contra os argentinos, inclusive, os dois defensores foram responsáveis pelos dois gols do time do Palestra Itália, que no fim acabou eliminado. Agora, a expectativa é de que ambos consigam retomar a consistência defensiva, evitem o vazamento da meta de Weverton e, quem sabe, ajudem também na parte ofensiva, já que uma vitória pode dar o título brasileiro ao Palmeiras nesta quarta.

Gazeta Esportiva

TAGS