Torcida do Palmeiras entra em confronto com policiais no MineirãoSociedade Esportiva Palmeiras | Times | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes


Torcida do Palmeiras entra em confronto com policiais no Mineirão

Palmeiras e Cruzeiro fizeram uma decisão de semifinal de Copa do Brasil recheada de polêmicas e confusões, que se estenderam para as arquibancadas. Após o apito final, um entrevero entre torcedores causou confronto dos alviverdes com a Polícia Militar. Desde o intervalo, os cruzeirenses, ao lado direito da zona de imprensa, provocavam os visitantes. Ao [?]

00:45 | 27/09/2018

Palmeiras e Cruzeiro fizeram uma decisão de semifinal de Copa do Brasil recheada de polêmicas e confusões, que se estenderam para as arquibancadas. Após o apito final, um entrevero entre torcedores causou confronto dos alviverdes com a Polícia Militar.

Desde o intervalo, os cruzeirenses, ao lado direito da zona de imprensa, provocavam os visitantes. Ao lado esquerdo dos jornalistas, os palmeirenses retrucavam com xingamentos. Foi apenas após o intervalo, porém, que o clima esquentou de vez.

Conforme apurado pela Gazeta Esportiva, um torcedor mais exaltado do Palmeiras começou a xingar os cruzeirenses e foi contido por um segurança. Foi então que um amigo deste desferiu um soco no funcionário. Um membro da imprensa entrou na confusão os alviverdes começaram a tentar invadir o setor destinado aos jornalistas.

Para conter os ânimos, a Polícia Militar interviu com o uso de cassetetes. Alguns dos policiais ameaçaram os torcedores com tiros de bala de borracha e a confusão ganhou ainda mais tamanho quando membros da maior organizada do clube arrancaram cadeiras e começaram a arremessa-las em direção aos membros da força policial.

Ainda conforme a reportagem, nenhum torcedor foi preso. Apenas houve o registro de dano material. É importante ressaltar que, em maioria no setor visitante, a Mancha Alviverde não esteve envolvida no início da confusão.

Em campo, os jogadores também se desentenderam com direito a troca de socos dos dois lados. Mayke, Diogo Barbosa e Thiago Santos foram expulsos pelo lado do Palmeiras, enquanto apenas o atacante Sassá recebeu o cartão vermelho no time celeste.

Gazeta Esportiva

TAGS