PUBLICIDADE
Esportes

Roger vê Dudu sorridente e garante ?110%? de empenho do atleta

Na véspera do clássico contra o Santos, pela volta do Campeonato Brasileiro, a entrevista coletiva na Academia de Futebol foi de Roger Machado. O principal assunto, porém, seguiu a mesma pauta dos últimos dias: Dudu. Questionado pela primeira vez sobre a permanência do atleta, que era alvo do Shandong Luneng, da China, o comandante palestrino [?]

16:00 | 18/07/2018

Na véspera do clássico contra o Santos, pela volta do Campeonato Brasileiro, a entrevista coletiva na Academia de Futebol foi de Roger Machado. O principal assunto, porém, seguiu a mesma pauta dos últimos dias: Dudu.

Questionado pela primeira vez sobre a permanência do atleta, que era alvo do Shandong Luneng, da China, o comandante palestrino garantiu empenho total do camisa 7. Além disso, Roger ainda minimizou o post feito ? e depois alterado ? por Dudu, em que o atacante colocava em cheque sua felicidade por ter permanecido no clube.

?É claro que esses eventos mexem com a cabeça da gente. Mas à medida há uma definição pela permanência, o atleta fica 100% voltado para o trabalho. Não há muito espaço para que o jogador permaneça por muito tempo decepcionado por algo que não aconteceu. Eu, que já fui atleta, vejo com naturalidade. Não foi a primeira vez, não foi última e não foi o único atleta. Não vi a postagem que ele fez. O que eu tenho visto é um Dudu sorridente?, disse o treinador.

O ídolo palmeirense estava bastante balançado pela proposta dos chineses, que lhe ofereceram um contrato de quatro anos, salário de R$ 2 milhões por mês e pouco mais de R$ 30 milhões como luvas. Na noite de segunda-feira, ele postou foto com uma legenda que começava por ?Feliz, ou não, é a leia da vida?. O Verdão, que receberia 15 milhões de euros (R$ 67 milhões) pelo acordo, não quis negócio

?Ele vai dar o seu 110% como deu até agora. Houve outros momentos iguais a esse e ele permaneceu focado, conquistando vitórias e títulos importantes. É o que caracteriza o Dudu dentro de campo. Da arquibancada, gritam que ele é guerreiro. O torcedor pode ficar tranquilo que, a partir do momento que entra em campo, o que importa é representar bem o clube. O Dudu gosta muito do Palmeiras, construiu uma história bonita aqui. Esses eventos vêm para fortalecer esses laços de amor e de respeito?, completou.

Dudu chegou a reunir os companheiros para conversar sobre a proposta da China e explicar seu pensamento para o futuro. A reunião não teve a presença de Roger Machado, que pouco interferiu nas negociações. O técnico poderá escalar o atleta apenas no domingo, diante do Atlético-MG, já que ele está suspenso para o duelo desta quinta-feira, diante do Santos.

?É uma decisão do atleta e do clube. Posso dar minha opinião como treinador, minha opinião é que não abriria mão do talento do Dudu, mas entendia o desejo do atleta se fosse o caso. Tem outras questões envolvidas que estão acima das minhas intenções. Eu sempre costumo passar meu ponto visto em dois aspectos. Uma como treinador e outra como ex-atleta?, finalizou.

Gazeta Esportiva

TAGS