PUBLICIDADE
Esportes

Após quebrar jejum, Bruno Henrique mira gol de falta contra o Santos

Entre os frutos da excursão do Palmeiras pela América Central está o fim do jejum de gols de falta da equipe, já que Bruno Henrique balançou as redes na goleada por 6 a 0 contra a Liga Alajuelense. O último tento do tipo da equipe havia saído no dia 28 de fevereiro de 2015, com [?]

15:45 | 16/07/2018

Entre os frutos da excursão do Palmeiras pela América Central está o fim do jejum de gols de falta da equipe, já que Bruno Henrique balançou as redes na goleada por 6 a 0 contra a Liga Alajuelense. O último tento do tipo da equipe havia saído no dia 28 de fevereiro de 2015, com Robinho, na vitória sobre o Capivariano, há 1226 dias.

Parte da torcida palestrina, porém, não considera a quebra da marca por ter se tratado de um amistoso. Assim, o camisa 19 terá a chance de encerrar as dúvidas nesta quinta-feira, contra o Santos, em clássico disputado às 20h (de Brasília), no Pacaembu.

?Fiquei bem feliz, treino bastante esse tipo de jogada, tanto falta como finalizações de fora da área. Vou continuar treinando para, quem sabe, fazer um gol importante, quem sabe num clássico. Fiquei bem feliz de ter quebrado esse tabu?, afirmou o volante.

Se quiser marcar contra o Peixe, Bruno Henrique terá que superar a concorrência de Hyoran, Lucas Lima e Gustavo Scarpa. Os três devem ser titulares no clássico e não há ordem preferencial nas cobranças.

?Às vezes, depende de onde sai a falta. Da posição, de quem vai bater. Temos essa chance de conversar para quem estiver melhor bater. Tem ângulo que ajuda. Vamos nesse consenso?, explicou.

O Palmeiras é o sexto colocado do Campeonato Brasileiro e soma 19 pontos. O Flamengo, líder da competição, tem oito pontos a mais, mas Bruno considera que o Verdão segue vivo pelo título nacional após um terço da competição já disputada.

?Temos grandes chances, o campeonato está aberto ainda. Tem o segundo semestre ainda, temos chances de chegar e um de nossos focos é esse. Trabalhamos muito bem na intertemporada pra chegar forte?, finalizou.

Gazeta Esportiva

TAGS