PUBLICIDADE
Esportes

Palmeiras encaminha venda de Keno ao futebol egípcio por R$37 milhões

Nesta segunda-feira, o Palmeiras encaminhou a venda de Keno para o Pyramids FC, do Egito, por 10 milhões de dólares (cerca de R$37 milhões). As negociações já se arrastavam durante algumas semanas, e agora o clube alviverde, que ficará com 100% do valor, teve algumas exigências atendidas. O site egípcio King Fut já dá o acordo [?]

09:45 | 25/06/2018

Nesta segunda-feira, o Palmeiras encaminhou a venda de Keno para o Pyramids FC, do Egito, por 10 milhões de dólares (cerca de R$37 milhões). As negociações já se arrastavam durante algumas semanas, e agora o clube alviverde, que ficará com 100% do valor, teve algumas exigências atendidas. O site egípcio King Fut já dá o acordo como fechado, mas o clube alviverde ainda não se posicionou oficialmente.

No fim de semana, Alexandre Mattos, diretor de futebol do Palmeiras, foi à Rússia para tratar do assunto e para tentar uma definição a respeito da permanência de Lucas Lima, Willian, Moisés e Antônio Carlos, que também vinham sendo sondados por clubes do exterior.

A intenção inicial não era a de vender Keno, mas o aumento da oferta e o fato de pagamento ser realizado à vista pesaram na decisão palmeirense. A negociação foi conduzida junto ao ministro dos esportes da Arábia Saudita, Turki Al-Sheikh, que recentemente comprou o Pyramids FC e que pretende desembolsar muito dinheiro para rivalizar com o Al Ahly, gigante egípcio.

Keno chegou ao Palmeiras no início de 2017, vindo do Santa Cruz. Pelo Verdão, entrou em campo 84 vezes, marcou 19 gols e deu nove assistências. No início de 2018, o Alviverde recusou uma proposta do Al Nassr, da Arábia Saudita, e renovou o contrato do jogador até 2021.

Gazeta Esportiva

TAGS