PUBLICIDADE
Palmeiras

TJD de São Paulo pune Maurício Galiotte por 45 dias

Nesta terça-feira, o Tribunal de Justiça de São Paulo puniu o presidente do Palmeiras, Maurício Galiotte, por 45 dias.  A punição aconteceu devido às declarações após a final do Campeonato Paulista, diante do Corinthians, quando denominou o torneio como “Paulistinha” e que o campeonato de 2018 estava “manchado”. O Departamento Jurídico do Verdão está avaliando medidas […]

14:45 | 15/05/2018

Nesta terça-feira, o Tribunal de Justiça de São Paulo puniu o presidente do Palmeiras, Maurício Galiotte, por 45 dias.  A punição aconteceu devido às declarações após a final do Campeonato Paulista, diante do Corinthians, quando denominou o torneio como “Paulistinha” e que o campeonato de 2018 estava “manchado”. O Departamento Jurídico do Verdão está avaliando medidas para os próximos passos da situação judicial.

O presidente do Palmeiras foi denunciado pela procuradoria no artigo 258, parágrafo 2º-II do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, que fala em “assumir conduta contrária à disciplina e à ética desportiva” e também em “desrespeitar os membros da equipe de arbitragem, ou reclamar desrespeitosamente contra suas decisões”

Além disso, o presidente do Palmeiras criticou veementemente o trio de arbitragem da decisão, composto pelo árbitro Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza e dos auxiliares Anderson José de Moraes Coelho e Daniel Ziolli. Para Galiotte, o juiz da partida mudou a marcação de pênalti a favor do Palmeiras por causa de uma suposta interferência externa. O clube ainda tenta ter provas suficientes para que a decisão do campeonato estadual seja anulada.

Logo após o incidente na final do torneio estadual, o Palmeiras rompeu com a Federação Paulista de Futebol, alegando que o clube foi prejudicado devido a uma suposta interferência externa na marcação de pênalti que seria a favor do Verdão. Na ocasião, Dudu caiu após uma disputa de bola com o volante Ralf, do Corinthians. O árbitro assinalou penalidade máxima, mas minutos depois mudou de opinião e marcou apenas escanteio na jogada.

Apesar da punição ao dirigente e da derrota para o próprio Corinthians, desta vez pelo Campeonato Brasileiro, o foco do Palmeiras no momento é na Libertadores da América. O time brasileiro já está classificado em primeiro lugar no Grupo 8, mas ainda tem um jogo a cumprir nesta fase da competição. O Verdão enfrenta nesta quarta-feira o Junior Barranquila, da Colômbia.

Gazeta Esportiva

Recomendadas para você

Comentários