PUBLICIDADE
Esportes

Volta da semi pode ter estreia de Diogo e retomada de Tchê Tchê

Diogo Barbosa foi contratado pelo Palmeiras no início de 2018 com status de titular. O atleta chegou do Cruzeiro, vestiu a camisa 6 e já treinava entre os 11 de Roger Machado na pré-temporada quando sofreu uma entorse no tornozelo esquerdo ainda no primeiro jogo-treino do ano e precisou ser afastado. Com isso, Victor Luis [?]

08:15 | 26/03/2018

Diogo Barbosa foi contratado pelo Palmeiras no início de 2018 com status de titular. O atleta chegou do Cruzeiro, vestiu a camisa 6 e já treinava entre os 11 de Roger Machado na pré-temporada quando sofreu uma entorse no tornozelo esquerdo ainda no primeiro jogo-treino do ano e precisou ser afastado.

Com isso, Victor Luis começou a temporada como titular. Aos poucos, o amigo de Diogo e concorrente de posição já nos tempos de Botafogo caiu nas graças da torcida que não via desde 2014. Agora, a situação se inverteu e uma entorse no tornozelo do atual titular pode causar a estreia de Diogo Barbosa.

Após vencer o Santos na partida de ida da semifinal do Campeonato Paulista, sábado no Pacaembu, o Palmeiras se reapresentou para os treinos já no dia seguinte. Victor Luis teve constatada uma entorse no tornozelo direito e fará tratamento intensivo para se recuperar até a volta, que acontece no mesmo local, terça-feira, às 20h30 (de Brasília), desta vez com torcida única alviverde e vantagem do empate para os palestrinos.

Outra opção para ocupar a lateral-esquerda, caso Victor não tenha condições de jogo, é Michel Bastos. O camisa 15 seria uma alternativa com mais ritmo de jogo, mas não agradou nas últimas oportunidades que teve e passou as últimas semanas afastado dos treinos com dores da coxa.

Tchê Tchê

Não é apenas a lateral-esquerda que é dúvida para esta terça-feira. Pela direita, Marcos Rocha, que pediu substituição no início do jogo contra o Santos, também se reapresentou com problemas físicos. O ala não teve lesão constatada, mas sofre com uma sobrecarga muscular e também fará tratamento intensivo.

Neste caso, não há dúvida de quem seria o substituto. Tchê Tchê, que entrou em sua vaga contra o Santos, seria o escolhido de Roger Machado, já que Mayke está lesionado e Fabiano foi negociado com o Internacional.

Tchê Tchê começou a temporada como titular atuando na linha de quatro meio-campistas à frente de Felipe Melo. No entanto, com o esquema sendo alterado para ter dois volantes, e por conta de atuações abaixo da crítica, o camisa 8 acabou no banco de reservas. Agora, pode ter a oportunidade de mostrar a Roger Machado que merece estar entre os 11 na posição em que atuou no início de carreira.

Gazeta Esportiva

TAGS