PUBLICIDADE
Esportes

Vitorioso, Rodriguinho rebate Dudu: ?O choro é livre?

O meia Rodriguinho não deu muita atenção à reclamação do irritadiço atacante Dudu ao término do Derby deste sábado, em Itaquera. Ao saber que o adversário estava inconformado com a marcação do pênalti que culminou com a expulsão do goleiro Jailson, o autor do primeiro gol da vitória por 2 a 0 do Corinthians sobre [?]

20:15 | 24/02/2018

O meia Rodriguinho não deu muita atenção à reclamação do irritadiço atacante Dudu ao término do Derby deste sábado, em Itaquera. Ao saber que o adversário estava inconformado com a marcação do pênalti que culminou com a expulsão do goleiro Jailson, o autor do primeiro gol da vitória por 2 a 0 do Corinthians sobre o Palmeiras foi sucinto em sua resposta.

?O choro é livre. Deixa ele reclamar à vontade?, disse Rodriguinho, ciente de que o protesto de Dudu não era isolado. Os palmeirenses chiaram da demora do árbitro Raphael Claus, sugerindo interferência externa, para assinalar o pênalti de Jailson sobre o volante Renê Júnior aos 15 minutos do primeiro tempo. Para o goleiro Fernando Prass, a decisão só foi tomada após a arbitragem ver que o corintiano havia se machucado.

?O lance foi claro. Em momento algum, ele (Jailson) visou a bola. Paciência?, contrapôs Renê Júnior, que saiu sangrando do encontro com Jailson.

O meia Jadson, no entanto, desperdiçou o polêmico pênalti em Itaquera. Chutou para fora. Ainda assim, o Corinthians conseguiu ampliar. Já nos minutos derradeiros, o próprio Rodriguinho sofreu um pênalti de Dudu, ele mesmo, e o atacante Clayson converteu a cobrança.

?Estamos de parabéns. Vamos continuar trabalhando para evoluir. Mais uma vez, a equipe mostrou que é diferente em jogo grande, sem menosprezar os times menores?, comemorou Rodriguinho, antes amargurado pelas derrotas para Santo André (2 a 1) e São Bento (1 a 0) e pelo empate com o Red Bull Brasil (1 a 1). ?O grande mérito é do treinador, que colocou uma coisa nova para a gente. Os jogadores também estão de parabéns por terem executado com perfeição?, concluiu, com riso livre.

Gazeta Esportiva

TAGS