PUBLICIDADE
Esportes

Prass diz que pênalti foi marcado após árbitro ver a perna de Renê Jr.

Raphael Claus marcou o primeiro pênalti a favor do Corinthians no Derby deste sábado após ver a perna de Renê Júnior machucada. Ao menos é isso que alegou o goleiro Fernando Prass, ao sair do gramado da Arena de Itaquera. ?É difícil falar de arbitragem, até porque o meu time saiu perdedor. Mas um tanto [?]

20:00 | 24/02/2018

Raphael Claus marcou o primeiro pênalti a favor do Corinthians no Derby deste sábado após ver a perna de Renê Júnior machucada. Ao menos é isso que alegou o goleiro Fernando Prass, ao sair do gramado da Arena de Itaquera.

?É difícil falar de arbitragem, até porque o meu time saiu perdedor. Mas um tanto quanto confuso no lance do pênalti. Não vou entrar no mérito, mas era bom os juízes liberados para dar entrevista. Aí explicaria o que falou para mim. Não fica legal expor, mas disse que depois que viu a perna do jogador machucado resolveu dar o pênalti e expulsar (o Jailson)?, afirmou o camisa 1.

Aos 15 minutos do segundo tempo, Rodriguinho arriscou chute e a bola sobrou para Renê Júnior, que foi travado por Jailson antes de finalizar. A jogada prosseguiu, teve cruzamento na área, Henrique driblou Felipe Melo e finalizou. Tudo isso antes de Raphael Claus anotar o pênalti e expulsar o goleiro, logo após ter assinalado tiro de meta. Imagens mostram ainda, que o juiz teria sido avisado pelo quarto árbitro, em posição desfavorável.

Deixando a polêmica à parte, Fernando Prass fez uma análise do Derby. Para o goleiro, a derrota não apaga o trabalho feito pelo Verdão, que até este sábado, era o único invicto no Campeonato Paulista. ?De nove dez jogos perde um, retrospecto positivo. Logico que é clássico e muita gente vai explorar a derrota pela expectativa que se cria?.

O Palmeiras agora volta suas atenções para a estreia na Copa Libertadores da América. A equipe se reapresenta na segunda-feira, treina terça de manhã e viaja no mesmo dia à tarde para a Colômbia, onde encara o Junior Barranquilla, às 21h30 (de Brasília), na quinta-feira.

Gazeta Esportiva

TAGS