PUBLICIDADE
Esportes

Técnico palmeirense lamenta queda nos pênaltis: ?Derrota que dói?

Cotado como candidato ao título da Copa São Paulo 2018, o Palmeiras deu adeus ao torneio ainda nas quartas de final. O revés por 3 a 2 nos pênaltis diante da Portuguesa, sofrido no Estádio do Pacaembu, foi lamentada pelo técnico Wesley Carvalho na noite desta sexta-feira. ?A gente precisa digerir essa derrota. É uma derrota [?]

22:30 | 19/01/2018

Cotado como candidato ao título da Copa São Paulo 2018, o Palmeiras deu adeus ao torneio ainda nas quartas de final. O revés por 3 a 2 nos pênaltis diante da Portuguesa, sofrido no Estádio do Pacaembu, foi lamentada pelo técnico Wesley Carvalho na noite desta sexta-feira.

?A gente precisa digerir essa derrota. É uma derrota que dói, até porque sabemos que tínhamos capacidade para chegar mais longe na competição. Dói bastante, mas trabalhamos com seres humanos e temos que recuperá-los, porque o futebol não termina hoje para os jogadores nem para mim. A vida segue?, afirmou o treinador.

Superior durante o primeiro tempo, o Palmeiras acabou vazado em um pênalti classificado pelo técnico como ?imaturo?, convertido por Thawan. O time alviverde empatou com Yan na etapa complementar, mas acabou derrotado nos pênaltis após Alanzinho, Léo Passos e Yan desperdiçarem as cobranças.

?A Portuguesa fez uma partida difícil. No primeiro tempo, não conseguimos jogar e levamos o gol no finalzinho. No segundo, fomos para o tudo ou nada e conseguimos empatar. Tivemos chance parar virar, mas não conseguimos concluir em gol?, analisou Wesley Carvalho.

Questionado sobre o clima entre os jovens no vestiário após a derrota diante da Portuguesa, o comandante evitou entrar em detalhes. E sublinhou que a prioridade é oferecer amparo aos jogadores, independentemente da performance apresentada dentro de campo.

?O momento agora não é de dar porrada. É de botar os atletas no colo e abraçá-los. No momento certo, vamos cobrá-los como se deve. Agora, a melhor coisa é não falar e ter paciência. Que os jogadores possam levar tudo que aconteceu como experiência para a carreira daqui em diante?, declarou.

Responsável por uma goleada por 7 a 0 sobre o Taubaté na terceira fase, o Palmeiras encerrou sua frustrante campanha na Copa São Paulo de forma invicta. O clube alviverde, vice-campeão nas temporada de 1970 e 2003, jamais conquistou o tradicional torneio.

 

Gazeta Esportiva

TAGS