PUBLICIDADE
Esportes

Sem ?carinha feia?, Victor Luis vê disputa saudável com amigo Diogo

De volta ao Palmeiras após empréstimo ao Botafogo, Victor Luis disputará a posição de titular na lateral esquerda com o amigo Diogo Barbosa, companheiro dos tempos de Rio de Janeiro. A briga pela vaga, de acordo com o atleta formado na base palestrina, será absolutamente saudável. ?O Diogo é um irmão que tenho no futebol. [?]

15:30 | 11/01/2018

De volta ao Palmeiras após empréstimo ao Botafogo, Victor Luis disputará a posição de titular na lateral esquerda com o amigo Diogo Barbosa, companheiro dos tempos de Rio de Janeiro. A briga pela vaga, de acordo com o atleta formado na base palestrina, será absolutamente saudável.

?O Diogo é um irmão que tenho no futebol. Começamos uma amizade em 2016, quando tivemos a chance de atuar juntos no Botafogo. Trocamos conselhos dentro e fora de campo, somos bem amigos. É importante ter mais de um atleta por posição e quem ganha com isso é o Palmeiras?, afirmou Victor Luis.

Revelado pelo clube alviverde, o lateral de 24 anos já foi emprestado para Ceará e Botafogo. Quando soube que o Palmeiras contratou Diogo Barbosa, ex-jogador do Cruzeiro, Victor Luís telefonou para dar as boas-vindas ao amigo, a quem chama de ?dupla?.

?Somos amigos de verdade, então não tem esse negócio de ficar com carinha feia. Isso não pode existir. Se existir, tem que haver uma conversa para fazer alguma coisa. Eu preciso brigar pela posição e ele, também. A disputa vai ser totalmente saudável?, reiterou Victor Luis.

Vinculado ao Palmeiras até dezembro de 2019, o lateral esquerdo nunca chegou a ser firmar. Após temporadas consistentes como titular do Botafogo nas temporadas de 2016 e 2017, ele se disse satisfeito com a chance de retornar ao clube que chama de casa.

?Minha volta ao Palmeiras é resultado do bom ano que fiz pelo Botafogo. Tenho contrato longo aqui e teria que voltar de qualquer maneira. Fico muito feliz com essa chance de retornar a um grande clube, com um grupo muito qualificado?, afirmou Victor Luis, alviverde de coração.

A lateral esquerda foi uma das posições mais problemáticas para o Palmeiras na decepcionante temporada de 2017. Ao longo do ano, além de Zé Roberto e Egídio, o zagueiro Juninho e o veterano Michel Bastos foram utilizados no setor, mas não convenceram.

 

Gazeta Esportiva

TAGS