PUBLICIDADE
Esportes

Cobiçado por clubes de São Paulo, Scarpa deixa futuro em aberto

A uma semana do final de 2017, Gustavo Scarpa segue com futuro indefinido. O meio-campista do Fluminense, cobiçado por clubes grandes de São Paulo, deixou seu destino em aberto e evitou entrar em detalhes sobre o tema ao participar do jogo beneficente promovido pelo vascaíno Nenê na tarde deste sábado, em Jundiaí. ?Não é preferência. [?]

16:15 | 23/12/2017

A uma semana do final de 2017, Gustavo Scarpa segue com futuro indefinido. O meio-campista do Fluminense, cobiçado por clubes grandes de São Paulo, deixou seu destino em aberto e evitou entrar em detalhes sobre o tema ao participar do jogo beneficente promovido pelo vascaíno Nenê na tarde deste sábado, em Jundiaí.

?Não é preferência. Sou muito feliz no Fluminense, meu sonho de ser jogador está sendo realizado e é suficiente. O lugar onde vou jogar não está decidido?, disse, escondendo a própria vontade. ?Não tenho como garantir nada, apenas que precisamos aguardar os próximos dias para decidir alguma coisa?, afirmou.

Palmeiras e Fluminense desenharam uma troca por empréstimo, na qual alguns jogadores do time de São Paulo defenderiam a equipe do Rio de Janeiro. No entanto, o atacante Roger Guedes, desejado pelos tricolores, recusou a transferência, o que travou as negociações. Corinthians e São Paulo também cobiçaram Gustavo Scarpa.

?Estou focado nas férias e não em tocar nesse assunto delicado?, disse o meia, satisfeito com a chance de rever amigos em Jundiaí durante o jogo beneficente promovido por Nenê. ?Quero aproveitar o evento e marcar presença nessa festa bonita?, declarou.

Um dos principais jogadores do Fluminense, Gustavo Scarpa está vinculado ao clube até o final da temporada de 2020. Embora tenha evitado entrar em detalhes sobre seu futuro, o meio-campista se disse lisonjeado com o interesse de outros clubes por seus serviços.

?Fico muito feliz com o reconhecimento. É sinal de que fiz um bom trabalho. É o reconhecimento do trabalho que vem sendo feito desde que subi ao profissional?, afirmou o cobiçado Gustavo Scarpa, sem um prazo estabelecido para definir o próprio futuro.

Gazeta Esportiva

TAGS