PUBLICIDADE
Esportes

Valentim mira vice e não descarta usar colombianos contra o Sport

Às 20 horas (de Brasília) desta quinta-feira, pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Palmeiras enfrenta o Sport, no Estádio Palestra Itália. Na véspera do confronto, o técnico interino Alberto Valentim estabeleceu a meta de terminar como vice-campeão e não descartou a possibilidade de usar Mina e Borja contra os pernambucanos. A quatro rodadas do [?]

16:15 | 15/11/2017

Às 20 horas (de Brasília) desta quinta-feira, pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Palmeiras enfrenta o Sport, no Estádio Palestra Itália. Na véspera do confronto, o técnico interino Alberto Valentim estabeleceu a meta de terminar como vice-campeão e não descartou a possibilidade de usar Mina e Borja contra os pernambucanos.

A quatro rodadas do fim do Campeonato Brasileiro, o Corinthians lidera com 68 pontos ganhos. O Palmeiras, com 57, ocupa o terceiro lugar, já que está atrás do Grêmio (58), equipe mais preocupada com a decisão da Copa Libertadores contra o Lanus, da Argentina.

?Cada partida é um novo desafio. Nossa ideia é chegar, pelo menos, no segundo lugar para terminarmos bem classificados e o clube ganhar uma receita maior?, afirmou Alberto Valentim, uma vez que a CBF premia o vice com R$ 11,3 milhões e o terceiro, com R$ 7,7 milhões.

Na tentativa de embalar na reta final do Campeonato Brasileiro, o Palmeiras encara o ameaçado Sport. O zagueiro Yerry Mina e o centroavante Miguel Borja, usados pela Colômbia em amistoso na China na terça-feira, voltam apenas na manhã de quinta.

?Vamos ver a situação física dos dois. O Mina jogou os 90 minutos e tem um desgaste físico maior. O Borja jogou só 45. Eles chegam amanhã e vêm direto pra cá (Academia de Futebol). Depois, vamos definir se os dois ficam no banco e qual será o aproveitamento de cada um?, afirmou Valentim.

Com os colombianos desgastados, a tendência é que Luan permaneça como titular ao lado de Edu Dracena na defesa e Deyverson siga no ataque, com Willian no banco. Como Mayke sente dores no quadril, Tchê Tchê pode ser deslocado para a direita, abrindo espaço para Guerra no meio de campo.

Uma provável formação palmeirense tem Fernando Prass; Tchê Tchê, Edu Dracena, Luan e Michel Bastos; Felipe Melo, Guerra (Mayke) e Moisés; Keno, Dudu e Deyverson. O último treino antes da partida foi realizado sem a presença da imprensa na Academia de Futebol.

Gazeta Esportiva

TAGS