PUBLICIDADE
Esportes

Após reunião por Lucas Lima, pai de Neymar vê jogo no Palestra

Lucas Lima está cada vez mais próximo de ser oficializado como reforço do Palmeiras para 2018. Nesta segunda-feira, o empresário do meia, Neymar da Silva, pai do craque do PSG, se reuniu com Alexandre Mattos na Academia de Futebol e acertou detalhes da negociação. Após o encontro, o agente, junto com o pai do santista, [?]

22:00 | 27/11/2017

Lucas Lima está cada vez mais próximo de ser oficializado como reforço do Palmeiras para 2018. Nesta segunda-feira, o empresário do meia, Neymar da Silva, pai do craque do PSG, se reuniu com Alexandre Mattos na Academia de Futebol e acertou detalhes da negociação. Após o encontro, o agente, junto com o pai do santista, Roberto Lima, assistiu à vitória do Verdão no Palestra Itália.

Lucas Lima tem contrato com o Santos até dezembro de 2018. Ainda nesta segunda-feira, o Palmeiras notificou o Peixe sobre a intenção de assinar um pré-contrato com o atleta, tendo formalizado uma proposta por um contrato de cinco anos.

A notificação, apesar de o jogador poder assinar um contrato com outra equipe desde o final de junho, é um passo necessário neste tipo de negociação. O acordo para que Lucas Lima defenda o Palmeiras em 2018 está acertado há algumas semanas, restando apenas detalhes e uma expectativa por uma possível oferta de um grande clube europeu, o que não ocorreu, apesar de outras propostas milionárias.

Durante o período que defendeu o time da Baixada Santista, Lucas Lima recebeu propostas do Fenerbahçe, da Turquia, e do futebol chinês, mas ambas as negociações não avançaram. Além disso, o meia rejeitou uma proposta de renovação com o Santos, deixando clara sua intenção de sair do clube.

Contratado em 2014 e com boas atuações pelo Peixe, que lhe renderam até convocação para a Seleção Brasileira, o meia conquistou seu espaço na equipe e com os torcedores. Entretanto, a relação com a torcida deteriorou-se recentemente, após os primeiros rumores da saída do atleta.

Lucas Lima foi até afastado pelo técnico Elano das últimas partidas do Santos no Campeonato Brasileiro. O comandante santista deu a entender que o jogador não estava com cabeça para jogar nesta reta final da competição.

Com a camisa do Peixe, o meia atuou em 203 jogos e 19 gols, além de ocupar o posto de principal articulador e distribuidor de assistências do time quando estava em campo. O atleta conquistou o bicampeonato do Paulistão, em 2015 e 2016.

Gazeta Esportiva

TAGS