PUBLICIDADE
Esportes

Cuca vê título ?mais difícil? e deixa futuro em aberto para 2018

Derrotado pelo Santos na noite de sábado, o Palmeiras pode encerrar a 26ª rodada do Campeonato Brasileiro 14 pontos atrás do líder Corinthians. Cuca reconheceu que a chance de conquistar o título diminuiu e, quando questionado sobre 2018, deixou o próprio futuro em aberto. Na visão do treinador, os confrontos com Coritiba, Fluminense, Santos, Bahia [?]

09:30 | 01/10/2017

Derrotado pelo Santos na noite de sábado, o Palmeiras pode encerrar a 26ª rodada do Campeonato Brasileiro 14 pontos atrás do líder Corinthians. Cuca reconheceu que a chance de conquistar o título diminuiu e, quando questionado sobre 2018, deixou o próprio futuro em aberto.

Na visão do treinador, os confrontos com Coritiba, Fluminense, Santos, Bahia (casa), Atlético-GO (fora) e Ponte Preta (casa) definirão as pretensões do Palmeiras no torneio nacional. Após duas vitórias e um tropeço, Cuca publicamente diz ainda acreditar na possibilidade de desbancar o Corinthians.

?Não podemos nos abater. Temos que saber conviver com isso, por mais duro que seja. É horrível perder, mas precisamos trabalhar para ganhar os próximos jogos. Em termos de título, fica mais difícil, mas no futebol tudo é possível. Se formos precisos até o final, ainda pode ocorrer?, declarou.

Recontratado pelo Palmeiras no começo do último mês de maio, Cuca tem vínculo com o clube até o final de 2018. Questionado se já pensa na próxima temporada, o experiente treinador foi cauteloso e evitou falar como se sua permanência no cargo fosse uma certeza.

?Não adianta ter 10 anos de contrato se as coisas não andam. Você pode buscar outros horizontes e o clube pode buscar outros ares. Não me aperto muito com contrato longo. Penso em dar o melhor nesse ano. Quando acabar, a gente senta e vê se é viável seguir. Sou muito aberto quanto a isso?, explicou.

Ganhador da edição de 2016 do Campeonato Brasileiro, Cuca vem enfrentando turbulências em sua segunda passagem pelo Palmeiras. Após a queda diante do Cruzeiro nas quartas de final da Copa do Brasil, o treinador chegou a colocar o cargo à disposição.

Em seu primeiro ano como presidente do Palmeiras, Maurício Galiotte já reiterou que promover mudanças na estrutura do futebol é algo que não faz parte dos planos. Com a derrota diante do Santos, o Palmeiras fica com 43 pontos ganhos, na quarta posição do Campeonato Brasileiro.

Gazeta Esportiva

TAGS