PUBLICIDADE
Esportes

Contra o Santos, Palmeiras disputará 1000º clássico de sua história

Às 19 horas (de Brasília) deste sábado, pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Palmeiras enfrenta o Santos, no Estádio Palestra Itália. A partida será história para a equipe alviverde, já que marca seu 1000º clássico contra os principais adversários do estado de São Paulo. A estatística, divulgada pelo próprio Palmeiras, leva em conta apenas [?]

12:15 | 26/09/2017

Às 19 horas (de Brasília) deste sábado, pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Palmeiras enfrenta o Santos, no Estádio Palestra Itália. A partida será história para a equipe alviverde, já que marca seu 1000º clássico contra os principais adversários do estado de São Paulo.

A estatística, divulgada pelo próprio Palmeiras, leva em conta apenas confrontos com Santos, Corinthians e São Paulo. Até o momento, o clube fundado em 1914 como Palestra Itália acumula um total de 367 vitórias, 295 empates e 337 derrotas diante de seus principais rivais.

Coincidentemente, o Santos, adversário deste sábado, foi o oponente do Palestra Itália no primeiro clássico de sua trajetória. No dia 3 de outubro de 1915, em sua terceira partida, a equipe recém-criada perdeu do Santos por 7 a 0 em um amistoso disputado no extinto Velódromo.

O Santos também foi o rival do Palmeiras na conquista do Super Campeonato Paulista 1959, um dos principais títulos da história do clube alviverde. Após empates por 1 a 1 e 2 a 2 diante do time de Pelé, a equipe palestrina assegurou o triunfo ao ganhar a terceira partida por 2 a 1, com um gol de Romeiro.

A rivalidade entre Palmeiras e Santos cresceu significativamente nos últimos anos. Derrotado nos pênaltis na final do Campeonato Paulista 2015, o time alviverde devolveu ao ganhar a Copa do Brasil 2015 da mesma forma. Em 2016, a equipe palestrina conquistou o título brasileiro, com o rival praiano como vice.

O clássico marcado para a tarde deste sábado é decisivo para os dois antigos rivais. Com 44 pontos ganhos, 10 a menos que o Corinthians, o Santos ocupa a segunda colocação do Campeonato Brasileiro. Já Grêmio e Palmeiras, com os mesmos 43 pontos, vêm na sequência.

O zagueiro Edu Dracena e o lateral esquerdo Egídio, punidos com o terceiro cartão amarelo na recente vitória sobre o Fluminense, são desfalques certos para o técnico Cuca. Assim, Luan e Zé Roberto são as principais alternativas para o clássico contra o Santos.

Gazeta Esportiva

TAGS