PUBLICIDADE
Esportes

Inter arranca vitória polêmica em cima do Criciúma pela Série B

A qualidade do banco de reservas do Internacional pesou no duelo desse sábado, no estádio Heriberto Hulse, em Santa Catarina. Depois de abrir 2 a 0, o Colorado acabou sofrendo o empate do Criciúma no segundo tempo e, quando parecia sem forças para reagir, encontrou um terceiro gol nos minutos finais depois de lindo lançamento [?]

17:45 | 21/10/2017

A qualidade do banco de reservas do Internacional pesou no duelo desse sábado, no estádio Heriberto Hulse, em Santa Catarina. Depois de abrir 2 a 0, o Colorado acabou sofrendo o empate do Criciúma no segundo tempo e, quando parecia sem forças para reagir, encontrou um terceiro gol nos minutos finais depois de lindo lançamento de Camilo e finalização de Carlos, ambos jogadores que haviam acabado de entrar no jogo. A vitória por 3 a 2 na 31ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B só não ficou livre de polêmica, porque o Tigre deixou o gramado revoltado com um pênalti claro não marcado em Silvinho pouco antes dos visitantes retomarem a dianteira no placar.

De qualquer forma, o triunfo levou o time de Guto Ferreira aos 61 pontos, seis a mais que o Ceará, segundo colocado nesse momento na tabela de classificação. Já o Criciúma estaciona no nono lugar, com 42 pontos.

O jogo

Com o apoio em peso de sua torcida na casa do rival, o Internacional começou o jogo de forma avassaladora, indo para cima. O Criciúma aparentou um certo espanto com a postura dos Colorados e acabou pagando um preço caro. Logo aos seis minutos, Maicon Silva tentou cortar cruzamento de Leandro Damião e acabou empurrando a bola para as próprias redes. Menos de dez minutos depois, Victor Cuesta aproveitou bola alçada na área e cabeceou livre. O goleiro Luiz ainda conseguiu fazer a defesa, mas o rebote sobrou no pé do zagueiro, que teve tranquilidade para anotar seu gol.

Com 2 a 0 no placar, o Inter diminuiu o ritmo, mas seguiu melhor em campo. Aos poucos, o Tigre foi encaixando seu jogo, já com pressa pelo prejuízo sofrido nos minutos iniciais. O confronto ficou agradável para o torcedor, principalmente depois que Edson Borges também aproveitou bola parada para ganhar no alto de seus marcadores e diminuir a vantagem dos visitantes.

Veio a segunda etapa e Beto Campos resolveu trocar Barreto por Douglas Moreira. Além disso, a postura do Tigre mudou completamente. Já o Inter pagou pela acomodação e pela lentidão.

Enquanto o Criciúma empurra o Colorado para o seu próprio campo de defesa, os comandados de Guto Ferreira apostavam no contra-ataque. O problema é que os espaços não apareceram e a pressão dos donos da casa acabou surtindo efeito aos 14 minutos. Silvinho fez jogada individual e foi derrubado por Victor Cuesta dentro da área. Pênalti claro que o próprio atacante cobrou e marcou. Tudo igual no Heriberto Hulse.

A impressão que ficou é que o Inter cansou. Após levar o empate, o Inter seguiu sendo pressionado e sem conseguir reagir. Então, Camilo entrou no lugar de D?Alessandro, um dos mais cansados em campo. Mesmo assim, a virada do Tigre só não veio porque o árbitro Wagner Reway titubeou na hora de marcar outro pênalti claro para o Criciúma em nova jogada de Silvinho. Não faltaram protestos dos jogadores e da torcida.

A não marcação do pênalti deu sobrevida ao Internacional no jogo e Guto Ferreira resolveu apostar em Camilo e Carlos na parte final da partida. Talvez nem o técnico imaginasse que as substituições dariam tão certo. Aos 38, quando o Inter parecia sem forças, Camilo acertou um lançamento primoroso para Carlos, que em seus dois primeiros toques na bola, dominou de frente para o gol e bateu para dar ao Inter uma vitória dramática. Do outro lado, só restou lamentação pela falha na tentativa de deixar o ataque em posição de impedimento.

Na próxima rodada, o Tigre visita o Paysandu na sexta-feira, enquanto o Internacional joga em casa diante do Ceará no sábado.

FICHA TÉCNICA

CRICIÚMA 2 X 3 INTERNACIONAL

Local: Estádio Heriberto Hulse, em Criciúma (SC)

Data: 21 de outubro de 2017, sábado

Horário: 16h30 (horário de Brasília)

Árbitro: Wagner Reway (MT)

Assistentes: Eduardo Goncalves da Cruz (MS) e Fábio Rodrigo Rubinho (MT)

Cartões amarelos: Criciúma: Nino, Diego Giaretta, Barreto, Douglas Moreira. Inter: Danilo Silva, Rodrigo Dourado, Victor Cuesta, Carlos

GOLS:

CRICIÚMA: Edson Borges, aos 32 minutos do 1T, e Silvinho, aos 14 minutos do 2T

INTER: Maicon Silva (contra), aos 6, Victor Cuesta, aos 15 minutos do 1T, e Carlos, aos 38 minutos do 2T.

CRICIÚMA: Luiz; Maicon Silva, Nino, Édson Borges e Diego Giaretta; Barreto (Douglas Moreira), Ricardinho (Fabinho Alves) e Alex Maranhão; Caíque (João Henrique), Lucão e Silvinho.

Técnico: Beto Campos

INTERNACIONAL: Danilo Fernandes; Alemão (Junio), Danilo Silva, Victor Cuesta e Uendel; Rodrigo Dourado, Edenílson, D?Alessandro (Camilo) e Eduardo Sasha; William Pottker (Carlos) e Leandro Damião.

Técnico: Guto Ferreira

Gazeta Esportiva

TAGS