Participamos do

Fortaleza perde para o América-MG no Independência e deixa G-4 do Brasileirão

Ademir e Felipe Azevedo marcaram para o Coelho e David descontou para o Leão em partida realizada neste sábado, 30, na Arena Independência, pela 29ª rodada da Série A
23:02 | Out. 30, 2021
Autor Iara Costa
Foto do autor
Iara Costa Repórter do caderno de Esportes
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Em um jogo de pouca potência ofensiva, o Fortaleza sentiu as ausências de Lucas Crispim e Yago Pikachu e foi derrotado neste sábado, 30, pelo América-MG por 2 a 1 na Arena Independência, em Minas Gerais. Ademir e Felipe Azevedo marcaram para o Coelho e David descontou para o Leão. 

Com o resultado, o Tricolor do Pici caiu para a 5ª colocação na tabela com 48 pontos, enquanto o time mineiro ficou na 9ª posição com 38 pontos. Na próxima rodada, o Fortaleza vai até a Neo Química Arena, no próximo sábado, 6, às 17 horas, enfrentar o Corinthians. Já o América-MG joga contra o Atlético-MG no Mineirão no domingo, 7, às 16 horas.  

O JOGO - Com o mando do jogo, o América-MG foi dono das principais ações da partida nos minutos iniciais. Logo aos cinco minutos, com uma subida em velocidade pela direita com Ademir, Marlon teve a chance de abrir o placar, mas a bola foi para fora. Do outro lado do campo, nos dez minutos iniciais, o Fortaleza teve menos a bola. Quando teve a posse, o Leão trabalhou com pouca velocidade e não assustou a meta de Matheus Cavichioli. 

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

A primeira boa chegada do time de Vojvoda só veio acontecer aos 15 minutos, quando David chegou na velocidade na frente, mas o goleiro mandou a bola para escanteio. Após a cobrança, a zaga mineira rebateu a bola para Henriquez, que acabou por finalizar para fora. Em resposta, em contra-ataque, Patric finalizou, mas Boeck fez a defesa. 

Sem o domínio da posse de bola e sentindo as ausências de Pikachu e Crispim, o Leão, quando tinha a oportunidade de ir ao ataque, abusava da falta de velocidade e pecava nas transições entre o meio de campo e o ataque. Colocando três defensores entre David e Henriquez, o América-MG dificultava bastante a vida do ataque tricolor. David ainda conseguiu finalizar aos 22 minutos, mas o arqueiro rival defendeu. Seis minutos depois, em uma jogada mais organizada, o time teve boa chegada com Bruno Melo, mas o zagueiro do Coelho afastou o perigo. 

Nos minutos que se seguiu, o VAR se tornou um dos protagonistas do embate. Aos 30 minutos, após jogada entre Bauermann e Henriquez, o árbitro marcou pênalti para o Fortaleza, que logo anulou com ajuda da tecnologia. Dez minutos depois, novamente o árbitro de vídeo em ação, mas do outro lado do campo, pênalti para o América-MG após a bola bater no braço de Tinga.

Aos 41 minutos, de pênalti, Ademir abriu o placar para o Coelho. O jogador destaque do time mineiro quase ampliou aos 48 após saída errada da zada do Leão, mas a cobrança foi defendida por Marcelo Boeck.   

Sem mudanças na formação, o Fortaleza iniciou a segunda etapa sabendo do que precisava e aos 5 minutos a equipe alcançou o que queria: o empate. Em uma descida de velocidade, Henríquez tocou para David, que se livrou da marcação de Marlon e finalizou para deixar tudo igual no Independência. A equipe se lançou ao ataque algumas vezes, mas logo o América-MG voltou a ter maior domínio da partida.

Aos 31 minutos, Marlon quase colocou o Coelho novamente na frente no placar após finalização, mas Boeck fez boa defesa. Sete minutos depois, Felipe Azevedo conseguiu marcar. Após finalização de Juninho, Boeck deu rebote e a bola sobrou com o jogador, que colocou o América-MG novamente na frente do placar. 

Mais informações em breve...

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags