Participamos do

Com melhor campanha no Aspirantes, Fortaleza Sub-23 busca replicar modelo de jogo de Vojvoda

O time sub-23, comandado pelo treinador Léo Porto, tem replicado conceitos táticos do técnico Juan Pablo Vojvoda e fez a melhor campanha da primeira fase do Campeonato Brasileiro de Aspirantes
20:02 | Ago. 12, 2021
Autor Lucas Mota
Foto do autor
Lucas Mota Repórter na editoria de Esportes
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O Fortaleza tem buscado implementar um modelo de jogo único nas categorias de base com foco na revelação de novos jogadores para o profissional. O time sub-23, comandado pelo treinador Léo Porto, tem replicado conceitos táticos do técnico Juan Pablo Vojvoda e fez a melhor campanha da primeira fase do Campeonato Brasileiro de Aspirantes. A ideia é fazer com que os jovens atletas cheguem mais preparados e adaptados ao sistema adotado na equipe principal.

O técnico Léo Porto foi entrevistado no FutCast, podcast do O POVO (ouça abaixo), e comentou sobre a importância da padronização do modelo de jogo na base. O comandante também contou que mantém diálogo frequente com Vojvoda sobre conceitos táticos. O próprio treinador argentino tem acompanhado de perto a temporada do time de transição no Brasileirão de Aspirantes, além de observar treinamentos e até interferir.

"É muito importante padronizar algumas coisas do modelo de jogo. Claro que cada treinador tem algumas preferências. Mas algumas coisas têm que manter na mesma linha, um caminho a ser seguido. Isso é fundamental, principalmente, para o sub-23. Muitas vezes o time está fornecendo jogadores para o profissional. Os atletas do sub-23 que chegam para treinar com o profissional têm que saber como o profissional joga e têm que treinar muito parecido como o profissional treinal. Isso para quando chegar ao profissional, eles ganhem tempo. Quando Vojvoda pedir algum comportamento, eles já vão saber", explicou Léo Porto.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

O treinador do sub-23 detalha ações ofensivas do modelo de jogo de Vojvoda que busca replicar na equipe. "Se você assistir o profissional do Fortaleza, tem a saída com três por causa dos três zagueiros. São comportamentos que a gente tenta replicar no sub-23. A pressão ao adversário o tempo todo, ser um time intenso para marcar, bastante agressivo. Ser um time intenso, ter a saída com três, laterais bastante ofensivos. Um time que goste de jogar, que tenha a posse de bola e, o mais importante, saiba o que fazer com a bola. São comportamentos trabalhados no dia a dia para que os jogadores fiquem adaptados com essa maneira de jogar e fiquem bem realizando essas ações na partida", contou.

Léo Porto teve papel importante na adaptação de Vojvoda ao Fortaleza. Quando o argentino foi contratado, ele estava como interino e ajudou na transição de comando. Desde então, mantém conversas com o técnico do time principal com foco na evolução da base.

"Desde o primeiro dia, tivemos uma conversa bem aberta. Até antes da chegada, tivemos uma reunião online onde discutimos bastante coisas. Vojvoda e toda comissão sempre me deixaram à vontade. Aprendo todos os dias com ele. Relação muito próxima. Muitas vezes, Vojvoda está em Maracanaú no treino do sub-23, acompanhando e interferindo. Isso é muito importante. Mostra que o clube está bem sólido em algumas decisões. Você ter o treinador do profissional no treinamento do sub-23, os jogadores se sentem valorizados. Essa conexão entre o sub-23 e o profissional está muito boa, não só dentro de campo, mas fora também."

O Fortaleza está garantido na segunda fase do Campeonato Brasileiro de Aspirantes. O Tricolor é o único invicto e avançou com a melhor campanha geral da competição com 24 pontos conquistados em oito jogos, o melhor ataque com 15 gols junto com o Grêmio e a defesa menos vazada com apenas três tentos. Na próxima etapa, o Leão enfrenta o Bragantino, Avaí e Bahia em jogos de ida e volta na chave D - se classificam para a semifinal o líder e o vice do grupo.

Ouça a entrevista completa de Léo Porto no FutCast:

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags