PUBLICIDADE
Fortaleza Esporte Clube
NOTÍCIA

Por áudio, ex-goleiro do Fortaleza afirma que Richarlyson pagará por declarações sobre mala preta: "fake news"

Jefferson foi acusado pelo ex-companheiro de equipe de ter aceitado dinheiro para entregar o jogo que decidiria a permanência do Leão na Série A de 2003

12:34 | 20/07/2021
Richarlyson acusou o ex-goleiro Jefferson de ter aceitado mala preta no Brasileirão 2003 (Foto: Reprodução SBT)
Richarlyson acusou o ex-goleiro Jefferson de ter aceitado mala preta no Brasileirão 2003 (Foto: Reprodução SBT)

Após as declarações do ex-lateral e meio-campista Richarlyrson ao programa Arena SBT, apresentado por Benjamin Back, sobre o ex-goleiro Jefferson ter aceitado “mala preta” na partida entre Ponte Preta e Fortaleza, no Campeonato Brasileiro 2003, o ex-jogador se manifestou por meio de áudio afirmando que iria buscar os meios legais para lidar a com as falsas alegações.

“Pois é, pessoal. Infelizmente são coisas da vida, né? Nesse mundo de ‘fakenews’ que a gente está vivendo hoje. Mas ele (Richarlyson) vai pagar até o final da alma dele por essa ‘fakenews’ que ele propagou. Infelizmente a gente vai ter que passar por mais essa prova na vida da gente. Meus advogados estão cuidando, já ligaram para emissora pedindo direito de resposta e a gente vai ter que aguardar agora na justiça”, disse o goleiro do Leão nas temporadas 2002 e 2003.

No Arena SBT, Richarlyson alegou que na partida que decidiria entre o rebaixamento ou permanência do Fortaleza na Série A de 2003, o ex-goleiro do Leão, Jefferson, teria aceitado dinheiro para entregar o jogo. O embate terminou com o triunfo da Macaca por 2 a 0.

"Passei por uma situação, Fortaleza x Ponte Preta, não vou lembrar se foi em 2003, onde teve mala preta. O nosso goleiro entregou o jogo. Já tinha ocorrido que ia ter mala preta, mas ninguém sabia o jogador. Ai o que aconteceu? Chegou no jogo, o cara deu um chutão para trás do meio de campo. O goleirão veio, o atacante estava sozinho, e ele entregou no pé do atacante. Não era aquela bola difícil que tinha gente na frente. O cara chutou antes do meio de campo. Depois de muito tempo que a gente soube que era ele. Na hora (durante a partida), a gente tentou ir atrás, reverter. Nunca que a gente ia imaginar. Depois, a gente soube", relatou Richarlyson