PUBLICIDADE
Fortaleza Esporte Clube
NOTÍCIA

"Me sinto um pouco mais à vontade do lado esquerdo", diz Robson, do Fortaleza, sobre atuação em campo

Em coletiva, atacante disse que sempre atuou pela esquerda, mas frisou que não se sente incomodado em jogar pela direita ou centralizado. Ele admitiu também não estar 100% fisicamente e estar se adaptando ao esquema do time, que para ele é novidade

Brenno Rebouças
16:48 | 20/04/2021
Robson tem atuado mais pelo lado direito, no Fortaleza  (Foto: Aurelio Alves)
Robson tem atuado mais pelo lado direito, no Fortaleza (Foto: Aurelio Alves)

Ao marcar duas vezes nas duas primeiras partidas com a camisa do Fortaleza, Robson caiu rapidamente no gosto da torcida tricolor, mas com o avançar dos jogos a produção ofensiva do atacante caiu e alguns torcedores começaram a reclamar da atuação dele pelo lado direito.

Em coletiva, concedida na tarde desta terça-feira, o camisa 7 do Leão falou sobre o assunto e admitiu que tem mais facilidade em jogar pela esquerda, mas disse que não se importa em atuar em outros espaços do campo.

“Me sinto um pouco mais à vontade do lado esquerdo, mas isso não interfere em nada em jogar também pela direita e pelo meio, isso aí é com o professor (técnico). O importante é estar jogando e estar ajudando o Fortaleza”, disse.

Robson evitou usar a palavra preferência quanto ao gosto pelo lado esquerdo, mas reforçou que na carreira atuou bem mais por ali. “Eu sempre joguei mais pelo lado esquerdo, mas estou aqui para ajudar. Independentemente da posição, quero estar sempre dentro de campo, sempre dando meu máximo”, afirmou.

Entre algumas dificuldades que sente, o atacante citou a parte física, que admite ainda não estar 100%, e o esquema tática implementado por Enderson Moreira, com o qual Robson diz nunca ter trabalhado.

“Eu nunca tinha jogado nesse esquema, é novo (para mim), diferente, mas isso aí é com o professor. A gente é profissional e tem que dar o melhor em todas as estratégias que ele quiser e pedir”, disse.

Sobre a partida de sábado, contra o Bahia, pela semifinal da Copa do Nordeste, Robson encara como um grande duelo e não acredita em nenhum vantagem para o Fortaleza por ter a semana toda livre para treinos enquanto o adversário joga no Uruguai pela Sul-Americana.

“Acho que o jogo no meio de semana não deve interferir em nada, quando é decisão, é totalmente diferente, é outra concentração. A gente precisa estar focado e concentrado no nosso trabalho”, concluiu.