PUBLICIDADE
Fortaleza Esporte Clube
NOTÍCIA

Quintero fala sobre mudanças no Fortaleza: "Triste, pois saiu muita gente, mas estamos acolhendo os novos"

Derley, Gabriel Dias, Éderson e Roger Carvalho deixaram o clube. Enquanto isso, cinco contratações foram confirmadas até então

Gabriel Lopes
18:14 | 05/03/2021
Quintero, zagueiro do Fortaleza, falou sobre reformulação no elenco do clube (Foto: Bruno Oliveira/Fortaleza EC)
Quintero, zagueiro do Fortaleza, falou sobre reformulação no elenco do clube (Foto: Bruno Oliveira/Fortaleza EC)

Após escapar do rebaixamento matematicamente somente na última rodada do Brasileirão 2020, o Fortaleza resolveu promover uma reformulação no elenco para a temporada 2021. O grupo, que foi muito vitorioso entre os anos de 2018 e 2020 sob o comando de Rogério Ceni, teve a saída de alguns nomes antigos. Gabriel Dias, Derley, Éderson e Roger Carvalho não renovaram seus contratos. Outros atletas, como Paulão, também podem estar deixando o time. Por outro lado, novos contratados chegaram recentemente, como Lucas Crispim, Matheus Jussa, Robson, Daniel Guedes e Éderson (ex-Corinthians).

Em entrevista coletiva guiada concedida nesta sexta-feira, 5, o zagueiro colombiano Juan Quintero lamentou a saída de alguns jogadores, mas ao mesmo tempo se mostrou disposto a acolher os novos contratados do Leão.

"Triste, pois saiu muita gente. Se tornou uma família isso aqui. É indescritível de falar da união desse grupo. Mas estamos acolhendo bem esses meninos novos que estão chegando. Se trata de reconstruir essa família que se formou antes, que foi vitoriosa, que deixou o Fortaleza no patamar que merece. Se trata de acolher eles da melhor maneira para fazer o grupo grande também", explicou.

O Tricolor do Pici não teve descanso entre a temporada 2020, que se encerrou no dia 25 de fevereiro de 2021, e a atual temporada, com início para o Leão no dia 3 de março. Quintero criticou o calendário apertado do futebol brasileiro e disse que isso prejudica o desempenho dos atletas.

"Acho um calendário complicado, difícil para a gente, para o futebol brasileiro em si. A pandemia atrapalhou muito e a gente tem que se adaptar e esse ano terminar da melhor maneira. Não tivemos uma semana de folga. Foi um dia de folga, e depois já estávamos treinando. É complicado, mas penso que tudo está na cabeça da gente. Estamos fazendo o que a gente ama. Tem que dar graças a Deus por estarmos com saúde também. Temos que fazer o melhor a cada dia, porque é o que todo mundo aqui ama fazer", ressaltou.

O Fortaleza entra em campo novamente neste sábado, 6, às 20h30min, no estádio Castelão, em São Luís, contra o Sampaio Corrêa-MA, pela segunda rodada da Copa do Nordeste 2021.