PUBLICIDADE
Fortaleza Esporte Clube
NOTÍCIA

"É o jogo mais importante do Fortaleza no ano", diz Derley sobre confronto decisivo contra o Bahia

Um dos atletas mais experientes do grupo, o camisa 8 do Leão diz que já passou por situações assim diversas vezes e tem como papel, mesmo que não jogue, passar para os companheiros o que vivenciou

Brenno Rebouças
17:44 | 17/02/2021
FORTALEZA - CE, BRASIL, 07-01-2020: Derley, volante do Fortaleza.Treino do Fortaleza. Reapresentação dos jogadores no CT Ribamar Bezerra em Maracanaú.  (FOTO: JÚLIO CAESAR / O POVO) (Foto: JÚLIO CAESAR)
FORTALEZA - CE, BRASIL, 07-01-2020: Derley, volante do Fortaleza.Treino do Fortaleza. Reapresentação dos jogadores no CT Ribamar Bezerra em Maracanaú. (FOTO: JÚLIO CAESAR / O POVO) (Foto: JÚLIO CAESAR)

O Fortaleza pode cravar mais um ano na Série A do Brasileiro sábado, 20, quando enfrenta o Bahia no Castelão. O Leão garante permanência com uma vitória simples e até mesmo um empate pode ser suficiente, se Vasco e Goiás tropeçarem. Seja como for, o desejo do elenco tricolor é acabar de vez com essa angústia e chegar aliviado na última rodada.

Considerado um dos líderes do elenco, o volante Derley não ameniza. “Nós sabemos que esse jogo contra o Bahia vale muito. Ele vale o ano, vale permanência, é o jogo mais importante do Fortaleza no ano”, alerta, sem medo da pressão que isso pode causar internamente.

Um dos atletas mais experientes do grupo, o camisa 8 do Leão diz que já passou por situações assim diversas vezes e tem como papel, mesmo que não jogue, passar para os companheiros o que vivenciou. “É um jogo decisivo para eles também, mas por estarmos jogando em casa e por dependermos de nós mesmo, temos que nos impor dentro de campo, mas com cuidado porque em decisão não se pode errar", prega.

Derley acredita que o Fortaleza em um Bahia mais cauteloso no Castelão e acha que o tricolor cearense precisa tomar as rédeas da partida. “Vamos enfrentar um adversário duro, com certeza eles não vão vir para se expor tanto, mas dentro da nossa casa nós temos que impor nosso ritmo, intensidade, como o Enderson (Moreira) sempre pede, do início ao fim, sempre procurando o gol. Agora, claro, com inteligência”, disse o volante, que comparou o duelo a uma disputa de título.

O jogador também lamentou a falta que a torcida fará. Ele citou o último jogo do Fortaleza na Série A de 2019, justamente contra o Bahia, quando uma festa foi feita no Castelão.

“A única coisa que lamento é não contar com a presença do torcedor. Ano passado tivemos uma experiência com 60 mil torcedores no jogo contra o Bahia, mas infelizmente (dessa vez) eles não vão estar lá. Mas da onde estiverem, vão passar energia positiva”, disse.

Fortaleza e Bahia se enfrentam no Castelão às 21 horas de sábado, pela 37ª rodada da Série A do Brasileiro.