PUBLICIDADE
Fortaleza Esporte Clube
NOTÍCIA

Com Ceni, Fortaleza tem projeto de longo prazo e seis atletas com mais de cem jogos

Fortaleza apostou na manutenção do elenco e vem colhendo resultados nos últimos três anos. Apenas seis jogadores do atual grupo tem menos que duas temporadas no Pici

Brenno Rebouças
19:50 | 23/10/2020
Rogério Ceni trabalha com as mesmas peças no Fortaleza há duas ou três temporadas e jogadores compram a ideia do treinador  (Foto: Julio Caesar/ O POVO)
Rogério Ceni trabalha com as mesmas peças no Fortaleza há duas ou três temporadas e jogadores compram a ideia do treinador (Foto: Julio Caesar/ O POVO)

Não há dúvida que a conquista de quatro títulos nos últimos três anos por parte do Fortaleza está diretamente ligada a longevidade de Rogério Ceni como treinador. O trabalho do ex-goleiro deixou o clichê para trás e instalou de fato um projeto no clube do Pici.

Os três anos do técnico no Tricolor não são o único indício de que o time segue uma cartilha real e bem definida. Basta olhar o elenco para ter certeza que o trabalho iniciado nos últimos dias de 2017 perdura até os dias de hoje — mesmo com os 46 dias de interrupção, quando Ceni foi para o Cruzeiro —, mas está em constante evolução.

Do atual elenco do Fortaleza, seis atletas contabilizam mais de cem jogos com a camisa do clube. Além disso, apenas seis jogadores não tem mais de uma temporada no Pici (Luiz Henrique, Ronald, Fragapane, Yuri, David e Bergson).

O campeão de jogos pelo Tricolor, do elenco atual, é Felipe. O volante já contabiliza 196 partidas e está no clube desde 2015, ou seja, há seis temporadas. A situação é a mesma de Bruno Melo, o segundo do grupo que mais defendeu o Leão, com 157 jogos.

A lista de jogadores com mais de cem partidas (no atual elenco) se completa ainda com Osvaldo (150), Tinga (146), Marcelo Boeck (114) e Romarinho (103). Todos com três ou mais temporadas no Pici. O levantamento foi feito pelo jornalista e pesquisador Luca Laprovítera.

Manutenção de elenco não é uma característica dos clubes brasileiros, mas tem se provado fundamental para as conquistas recentes e resultados considerados surpreendentes do Leão. Em entrevista ao programa Futebol do Povo, o zagueiro Paulão comentou sobre o assunto.

“Para quem não vive (o dia a dia do clube), quem está no sul, que não acompanha aqui, pensa que foi um toque de mágica (os bons resultados recentes), mas não foi. Foi sequência de um trabalho. Chega um jogador de forma pontual para um setor, não é enxurrada de jogadores. Isso torna as coisas diferentes”, disse.

Apesar de ter adaptado a estratégia de jogo algumas vezes ao longo dos três anos, o time com Rogério Ceni sempre demonstrou características comuns, como intensidade, busca constante pelo gol e vitória (não é uma equipe de muitos empates), marcação iniciando do ataque, participação efetiva de volantes e laterais nas jogadas ofensivas, participação do goleiro no esquema tática, dentre outras.

O presidente do Fortaleza, Marcelo Paz, destaca que permanecer com um mesmo grupo por muito tempo também tem impacto direto na compra da ideia da comissão técnica por parte dos jogadores.

"Tem um projeto, uma comissão técnica de muito tempo, vários jogadores há muito tempo. Quantos jogadores no Fortaleza tem mais de cem jogos? os caras são identificados com o trabalho", disse o dirigente, logo após a conquista do bicampeonato estadual.

No vestiário, antes do início do segundo jogo contra o Ceará, na final do Campeonato Cearense, Rogério Ceni mostrou um poster do título estadual de 2016 e identificou jogadores do elenco atual que estavam nela, pra vender a ideia da importância de ganhar o troféu. Os jogadores concordaram.

A relação entre comissão técnica e diretoria também é de extrema confiança. Paz sempre deixou claro que confia 100% no trabalho de Rogério Ceni, tanto que estendeu contratos e fez compra de atletas no mercado, como a de David, por indicação do técnico.

Jogadores com mais de cem jogos pelo Fortaleza (do atual elenco):

Felipe - 196 jogos

Bruno Melo - 157 jogos

Osvaldo - 150 jogos

Tinga - 146 jogos

Marcelo Boeck - 114 jogos

Romarinho - 103 jogos