PUBLICIDADE
Fortaleza Esporte Clube
NOTÍCIA

Atacante Madson se posiciona a favor de jogos com portões fechados: "É a melhor coisa a fazer"

Jogador passa a quarentena em Alagoas, em cidade sem registro da Covid-19 até o momento

Brenno Rebouças
19:18 | 28/04/2020
Madson comparou retirar o torcedor do estádio a tirar um filho de um pai ou mãe
Madson comparou retirar o torcedor do estádio a tirar um filho de um pai ou mãe (Foto: Wesley Pacífico /FortalezaEC)

Aposta do Fortaleza para a temporada 2020, o atacante Madson está cumprindo quarentena em Coruripe, no Estado de Alagoas. A cidade não registrou nenhum caso da Covid-19 até o momento, mas o jogador sabe da facilidade do contágio pelo coronavírus e por isso se posiciona a favor de jogos com portões fechados, caso o futebol seja retomado.

"Tirar o torcedor do estádio é como se estivesse tirando um filho do pai ou da mãe, é muito triste, mas é a melhor coisa a fazer, para o bem de todos, para o bem da saúde, para não se aglomerar e não se expandir mais essa doença. Já perdemos muita gente, isso não é normal e o torcedor vai entender que a melhor coisa a fazer nesse momento é não ir ao estádio”, disse Madson, em áudio enviado pela assessoria do clube.

É claro que uma partida com portões fechados não evita a concentração de muita gente em um só lugar, já que mais pessoas participam do evento além dos jogadores (dirigentes, quadro móvel, órgãos de segurança e saúde, imprensa etc), mas o jogador se refere a grandes públicos na arquibancada, que, sem os cuidados que os atletas vão tomar, devido os protocolos de saúde que serão lançados, podem se contaminar de maneira mais fácil.

Sem esconder a ansiedade para voltar aos gramados, o atleta diz que tem cumprido os exercícios passados pela comissão técnica e tem o privilégio de estar fazendo isso na praia. "Moro em área de litoral, fica mais fácil (treinar na praia). Tenho conversado com Danilo (preparador físico do Fortaleza), ele tem passado todos os trabalhos e tem acompanhado todo mundo de um por um", relata.