PUBLICIDADE
Fortaleza Esporte Clube
NOTÍCIA

Marcinho quer voltar ao Fortaleza e tem duas maneiras de deixar o futebol chinês

O atleta de 24 anos está na mira do Tricolor desde que o Atlético-MG confirmou que vai utilizar Edinho

Brenno Rebouças
17:12 | 10/01/2020
Marcinho pode voltar ao Fortaleza nesta temporada
Marcinho pode voltar ao Fortaleza nesta temporada (Foto: Mateus Dantas em 27.10.2018)

O desejo de que Marcinho volte a vestir a camisa do Fortaleza em 2020 é mútuo entre clube e jogador. O atleta de 24 anos está na mira do Tricolor desde que o Atlético-MG confirmou que vai utilizar Edinho. Atuando no futebol chinês, o velocista tenta se desvencilhar do vínculo contratual que possui, mas esse processo pode se estender mais que o esperado.

Em conversa com o Esportes O POVO, o presidente do Fortaleza, Marcelo Paz, explicou o atual estágio de negociação com o jogador. “Temos interesse no Marcinho, é um jogador que tem muita identificação com o clube, tem as características que a gente gosta, ele tem interesse de voltar, mas possui um vínculo com um time chinês e está vendo a viabilidade de se desfazer desse vínculo ou vir por empréstimo. É algo que tem que ter paciência”, disse o dirigente.

Paz deixou claro que Marcinho é uma das prioridades - principalmente por já conhecer o método de trabalho de Ceni - e por isso deve esperar um pouco pelo atleta, mas não descartou observar outras peças. “Não adianta querer trazer o Marcinho e trazer o beltrano, se a gente entende que o Marcinho é o jogador que tem a qualidade que a gente quer. Vamos insistir enquanto for possível, logicamente que olhando para o mercado em outras situações, desde que tenham características semelhantes”, explicou.

O presidente do Fortaleza citou ainda a ida de mais um brasileiro (Marcelo Cirino) para o Chongqing Dangdai-CHI, time em que Marcinho atua, como trunfo para a liberação do ponta, já que antigamente era permitido que apenas três estrangeiros fossem inscritos (nesse caso sobraria um), mas a regra muda para 2020. Agora, o clube poderá ter até seis jogadores de fora, sendo que apenas cinco podem estar relacionados por jogo e quatro estar em campo simultaneamente.

Com a chegada de Cirino, o Dangdai tem cinco estrangeiros: Alan Kardec, Fernandinho, Marcinho, o polonês Mierzejewski e o próprio Marcelo Cirino.