PUBLICIDADE
Esportes
SERÁ?

Presidente do Fortaleza, Marcelo Paz nega negociações com o meia Wagner

Diretoria do Tricolor também negou negociações com Wellington Paulista, que foi anunciado logo depois

12:50 | 04/03/2019
Wagner está no Al-khor, do Qatar, e conta com oito gols em 14 jogos. (Foto: Vasco/Divulgação)
Wagner está no Al-khor, do Qatar, e conta com oito gols em 14 jogos. (Foto: Vasco/Divulgação)

Correndo contra o tempo para ter um meio-campista ainda na sequência do estadual, o Fortaleza procura no mercado um jogador que atenda às necessidades que o treinador Rogério Ceni solicitou.

O perfil do atleta seria um mais central, que conte com um passe refinado e inteligência para se sobressair nas condições da partida. Ou seja, um autêntico camisa 10.

Desde o final de semana, o nome de Wagner ex-Vasco e Fluminense, voltou a ganhar força. Experiente, o jogador de 33 anos se encaixa no perfil que o Leão estaria atrás. No entanto, o presidente do Tricolor, em contato com o jornalista Ricardo Tavares, negou qualquer negociação com o meia que atualmente defende o Al-Khor, do Qatar.

Vale ressaltar que a negativa neste momento pode se tratar de uma estratégia da diretoria, que usou a mesma tática ao afirmar que a contratação de Wellington Paulista não passava de boatos e logo em seguida anunciou o atacante.

Ainda no final de janeiro, o Esportes O POVO apurou que Wagner teria sido oferecido pelos seus representantes e o nome agradou aos diretores do Fortaleza, mas o Tricolor só estaria disposto a abrir negociação caso ele conseguisse antecipar o término de seu vínculo (que termina em junho) para chegar sem custo algum ao time do Pici.

Na temporada 2019, são 14 jogos em campo e oito gols marcados pelo Al-kHor. O último, inclusive, na sexta-feira passada no duelo contra o Umm-Salal pela Liga do Qatar.

O executivo de futebol do Leão, Sérgio Papellin, disse ao Esportes O POVO que será uma missão difícil encontrar, fechar e regularizar um meia até sexta-feira (último dia de regularização de novos atletas no Campeonato Cearense), mas que a diretoria tem essa intenção.

Além de Wagner, o nome ventilado foi do meia Nenê, que hoje atua no São Paulo, também foi ventilado. A negociação é encarada como complicada pelo patamar financeiro do jogador.

Matheus Vitor