Fortaleza praticamente descarta permanência do atacante Marcinho para 2019Fortaleza Esporte Clube | Times | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes


Fortaleza praticamente descarta permanência do atacante Marcinho para 2019

Jogador tem seus direitos federativos ligados ao Internacional

13:02 | 13/12/2018
NULL
NULL

[FOTO1] Conforme o Esportes O POVO havia antecipado no fim do mês passado, o atacante Marcinho dificilmente deve ficar no Fortaleza em 2019. O presidente do clube, Marcelo Paz, declarou em entrevista coletiva nesta quarta-feira (12) que o jogador deve voltar para o Internacional em janeiro do ano que vem. A informação veio de fontes ligadas ao clube gaúcho, mas ainda não há nenhuma comunicação oficial entre as duas equipes. O contrato estabelece que o jogador pode ser solicitado de volta ao clube a qualquer momento.

Natural do Rio de Janeiro, Marcinho foi emprestado pelo Colorado em maio deste ano, na 7ª rodada da competição. Com três gols marcados, disputou 25 partidas pelo Tricolor, sendo 21 delas como titular. Antes de vir ao Fortaleza, o atleta atuou pelo Internacional, além de jogar pelas divisões de base de Brasil de Pelotas, Ypiranga e Novo Hamburgo.

Já sobre a preparação para a nova temporada, o presidente confirmou que já existe a definição de um patrocínio fechado para Fortaleza e Ceará, em conjunto. Marcelo também disse que há um outro em fase de negociação.

Mudanças estruturais e na base

Algumas mudanças estão em andamento no Centro de Treinamento (CT) do clube. Entre as melhorias, deve-se investir na sala de fisioterapia, na academia e nos apartamentos do local. Em relação ao estádio Alcides Santos, será realizada a demolição de uma arquibancada, a troca do gramado e a construção de um novo vestiário. Segundo Marcelo, a meta para a conclusão das obras é o início da série A.

O diretor de patrimônio do clube, Rodrigo Monteiro, falou acerca de uma nova verba que o clube conseguiu por meio do Governo do Estado. Com um investimento de 1,6 milhão, a intenção do clube é valorizar a base e conseguir a Certificação de Clube Formador. Emitido pela CBF, o documento exige que, entre outros requisitos, seja oferecida assistência psicológica e orientação vocacional para os jogadores.

 

VEJA MAIS: A SELEÇÃO DO FUTEBOL CEARENSE EM 2018 | NA PRANCHETA #44

[VIDEO1] 

 

OUÇA TAMBÉM O NOVO EPISÓDIO DO FUTCAST, O PODCAST DO O POVO SOBRE O FUTEBOL CEARENSE: 

[VIDEO2] 

TAGS