Mosaico do Fortaleza: conheça custos e detalhes da montagem e execução Fortaleza Esporte Clube | Times | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes


Mosaico do Fortaleza: conheça custos e detalhes da montagem e execução

16:47 | 22/10/2018
NULL
NULL
[FOTO1] No jogo que celebrou o centenário do Fortaleza, a torcida tricolor fez mais um show à parte. O ponto alto do espetáculo na arquibancada foi o mosaico levantado, que cobriu o estádio todo. O desenho trazia as cores do clube e a frase “100 anos de amor”, em referência clara à data.

O trabalho de montagem do mosaico durou oito horas corridas (das 21h de sexta-feira às 6h do sábado), graças a dedicação de 112 voluntários do grupo Leões do Mosaico, especialista nos desenhos. Mas não é apenas a paixão que faz tudo aquilo acontecer. A festa na arquibancada tem um custo e o da partida entre Fortaleza e Paysandu foi de R$ 25 mil.

O Esportes O POVO conversou com João Paulo Lima, o Paulinho, membro da Leões do Mosaico, que contou como tudo funciona. “Os custos depende do tamanho do mosaico e a decisão de quanto espaço ele vai ocupar é baseada na venda de ingressos antecipada, que dá uma noção do público presente ao estádio no dia do jogo”, explica Paulinho.

Cada papel do mosaico custa R$ 0,17. Para o mega mosaico do último sábado foram rodados 50 mil. Isso significa que somente a parte superior, toda em papel, saiu por R$ 8,5 mil. Para a parte inferior foram utilizadas bandeirinhas. Foram confeccionadas 22 mil, que custaram ao em torno de R$ 5 mil. O restante dos R$ 11,5 mil foram investidos em fogos e no restante dos efeitos especiais que foram vistos.

A grana para pagar tudo isso vem de várias fontes. De dinheiro próprio dos organizadores (são cinco) e voluntários, doações de torcedores comuns, patrocinadores e, no caso do mega mosaico, de uma grande contribuição do Fortaleza. O Leão entrou com a maior parte dos recursos para o desenho de sábado, cerca de R$ 20 mil.

Sexta-feira, 26, o Fortaleza volta a campo para enfrentar a Ponte Preta e a ideia é fazer outro mosaico. Dessa vez, no entanto, o grupo Leões do Mosaico quer aliviar a contribuição oficial do clube. Eles buscam patrocinadores e mais doações espontâneas de torcedores para custear o novo desenho, idealizado novamente por Paulinho, que fará referência à Série A do Campeonato Brasileiro.

“Nós ainda não decidimos o tamanho, mas se na quarta-feira a venda antecipada for maior que 30 mil, devemos fazer outro mega mosaico, porque a expectativa é de casa cheia. Estamos correndo atrás de patrocinadores e toda ajuda possível para rodar o material”, disse Paulinho.

O dinheiro arrecadado, segundo o Leões do Mosaico, é exclusivamente para a compra de materiais. Os membros não se incluem nas despesas, como prestadores de serviço. O grupo só chega a ganhar financeiramente quando presta serviço a outros clubes. Mosaicos já foram feitos para Paraná e Fluminense, por exemplo. 

Este ano, o grupo recusou uma oferta do Corinthians para montar um mosaico na final da Copa do Brasil para se dedicar às festas do centenário. Um trabalho para outros clubes custa a partir de R$ 3 mil (com material não incluso). 

Serviço
Para ajudar financeiramente na montagem do mosaico, ligar para Paulinho:
(85) 98794.7410
 
VEJA MAIS: FutCast #20 – O centenário do Fortaleza Esporte Clube
[VIDEO1] 

VEJA MAIS: FORTALEZA - A MATEMÁTICA PRO TÍTULO E ACESSO | NA PRANCHETA #37
[VIDEO2] 
TAGS