PUBLICIDADE
Fortaleza Esporte Clube

Elogiando postura do Fortaleza, Ceni lamenta derrota no Clássico-Rei

Analisando a derrota para o Ceará neste domingo, por 2 a 0, no Castelão, o técnico Rogério Ceni elogiou a postura de seus comandados durante a partida e principalmente nos primeiros minutos de jogo. O Fortaleza adotou uma postura ofensiva logo após o apito inicial, ofereceu perigo ao rival, mas acabou indo para o intervalo […]

10:45 | 05/02/2018

Analisando a derrota para o Ceará neste domingo, por 2 a 0, no Castelão, o técnico Rogério Ceni elogiou a postura de seus comandados durante a partida e principalmente nos primeiros minutos de jogo. O Fortaleza adotou uma postura ofensiva logo após o apito inicial, ofereceu perigo ao rival, mas acabou indo para o intervalo com uma desvantagem de dois gols no placar.

“Eles tiveram a felicidade de marcar o primeiro gol. Aí, mudaram a história do jogo. Posso garantir que foram os melhores primeiros 15 minutos que nós jogamos aqui no futebol cearense. Nós não deixamos de arriscar em momento algum”, afirmou o ex-goleiro, que também comentou o impacto causado pela expulsão de Gustavo, logo aos cinco minutos da etapa final, no esquema de jogo do Tricolor.

“Sem referência, a gente não tinha como fazer nada”, disse. “Eu não vi o lance da expulsão na hora. Vi depois, no computador. Eu não vi maldade, mas o lance é interpretável. Agora, com um a menos, a gente precisa de resguardar. Viemos marcando mais forte depois do intervalo, mas a proposta se acabou logo com cinco minutos. Aí, tive que refazer tudo. Mas o time mostrou personalidade. Jogou só com 10, mas conseguiu marcar bem e jogar de igual para igual”, completou.

Com o resultado negativo no Clássico-Rei, Ceni não poderá poupar jogadores no próximo final de semana, quando o Fortaleza enfrenta o Guarani de Juazeiro, fora de casa, em duelo válido pela sétima rodada do Campeonato Cearense. Mesmo com o revés, o Leão lidera a competição estadual, com 12 pontos ganhos.

Gazeta Esportiva