Fluminense busca tranquilidade em visita ao BahiaFutebol | Esportes O POVO
PUBLICIDADE
Esportes


Fluminense busca tranquilidade em visita ao Bahia

O cenário no Fluminense não é nada bom: cinco jogos sem ganhar, 478 minutos sem marcar um único gol, salários do elenco atrasados e os muros do clube sendo pichados por uma revoltada torcida. É com esse panorama que o tricolor carioca vai a campo em busca da tranquilidade nesta quinta-feira, quando visita o Bahia [?]

19:15 | 21/11/2018

O cenário no Fluminense não é nada bom: cinco jogos sem ganhar, 478 minutos sem marcar um único gol, salários do elenco atrasados e os muros do clube sendo pichados por uma revoltada torcida. É com esse panorama que o tricolor carioca vai a campo em busca da tranquilidade nesta quinta-feira, quando visita o Bahia a partir das 21h (de Brasília), na Arena Fonte Nova, em Salvador, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Após o empate sem gols com o Ceará, no Rio de Janeiro, o Fluminense chegou aos 42 pontos e está ameaçado de rebaixamento, um risco que o Bahia, que tem dois pontos a mais e vem de derrota de 1 a 0 para o Atlético-MG, em Minas Gerais, parece ter afastado.

As cobranças da torcida e o atual momento, onde nada dá certo, preocupam os tricolores. Mas o técnico Marcelo Oliveira tenta manter a tranquilidade, garantindo que não existe falta de empenho.

?Um clube grande como o Fluminense vai sempre conviver com a pressão quando os resultados não aparecerem. Vamos precisar manter a pegada, o apoio, o esforço em campo. Mas é importante, ao mesmo tempo, passar tranquilidade e confiança aos jogadores?, disse.

Após o último empate, revoltados com a atuação e com a declaração dos atletas, um grupo de torcedores esperou a saída do elenco no portão 2 do Maracanã. Temendo que o caso virasse agressão, a diretoria autorizou que dois representantes dos torcedores fossem ao vestiário conversar com o plantel. Àquela altura, a comissão técnica já tinha ido embora, assim como a maioria dos jogadores. Ainda no vestiário o zagueiro Gum, no clube desde 2009, foi o responsável por acalmar os ânimos e garantir aos torcedores que não havia falta de empenho. Em compensação, os torcedores asseguraram que não haveria violência e um voto de confiança seria dado ao plantel.

Em termos de escalação o Fluminense perdeu o volante Richard, que cumpre suspensão por acúmulo de cartões amarelos. Assim, Jadson assume o posto pois retorna após ficar suspenso contra o Ceará. Com dores na coxa direita, o também volante Aírton é dúvida e sua vaga deve ficar com Dodi. O treinador pode promover o retorno do lateral-direito Léo, que já parece livre de dores na coxa direita. Se isso acontecer, Igor Julião ficará como opção no banco de reservas.

Pelo lado do Bahia o técnico Enderson Moreira garante que não falta motivação e que o time busca a evolução nesta reta final.

?Nós precisamos evoluir pois tecnicamente fomos muito mal na rodada passada e isso nos afastou da briga por um lugar na fase preliminar da Copa Libertadores. Mas temos um compromisso de buscarmos o máximo de pontos possível, a vaga na Copa Sul-Americana e a a melhor colocação que der no Brasileirão. O jogo contra o Fluminense será em casa e temos que ir em busca dos três pontos?, analisou.

O Bahia terá os reforços do meia Zé Rafael e do atacante Gilberto, ambos recuperados de dores musculares na perna direita. Assim, Vinícius e Edigar Junio ficarão como opção no banco de reservas.

No primeiro turno do Campeonato Brasileiro as duas equipes se enfrentaram no Maracanã, no Rio de Janeiro, e naquela ocasião houve empate por 1 a 1. Pedro abriu o placar para o Fluminense, mas Edigar Junio garantiu a igualdade.

FICHA TÉCNICA

BAHIA X FLUMINENSE

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)

Data: 22 de novembro de 2018 (Quinta-feira)

Horário: 21h (de Brasília)

Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza (SP)

Assistentes: Alex Ang Ribeiro (SP) e Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo (Fifa-SP)

BAHIA: Douglas Friedrich, Bruno, Douglas Grolli, Lucas Fonseca e Paulinho; Gregore, Elton, Ramires, Élber e Zé Rafael; Edigar Junio (Gilberto)

Técnico: Enderson Moreira

FLUMINENSE: Júlio César, Igor Julião (Léo), Gum, Digão e Ayrton Lucas; Jadson, Dodi e Junior Sornoza; Bryan Cabezas, Luciano e Everaldo

Técnico: Marcelo Oliveira

Gazeta Esportiva